loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Guarda-redes Beunardeau rescinde unilateralmente com Desportivo das Aves

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O guarda-redes francês Quentin Beunardeau rescindiu hoje de forma unilateral o contrato com o Desportivo das Aves, último classificado da I Liga de futebol, evocando os últimos três meses de salários em atraso.
Guarda-redes Beunardeau rescinde unilateralmente com Desportivo das Aves

“Infelizmente, dada a situação de incumprimento que é de conhecimento público, não tive outra solução que não fosse apresentar a minha rescisão. Sempre tentei colocar o clube e os seus interesses à frente dos meus e recusei alguns convites de outras equipas para continuar esta temporada no Desportivo das Aves, clube com o qual me identifiquei desde a primeira hora”, assumiu o jogador, em comunicado da sua assessoria enviado às redações.

A formação do concelho de Santo Tirso falhou na quinta-feira a regularização dos ordenados referentes ao período entre dezembro de 2019 e fevereiro de 2020, após um prazo adicional de 15 dias indicado pela Liga Portuguesa de Futebol Profissional, que remeteu o assunto para o Conselho de Disciplina da Federação Portuguesa de Futebol.

A administração liderada pelo chinês Wei Zhao justificou as dívidas aos atletas e treinadores com a paralisação da atividade económica na China, motivada pela pandemia da covid-19, podendo os avenses incorrerem numa perda de dois a cinco pontos, face aos 13 que somaram em 24 jornadas, nove abaixo da linha de despromoção.

“Atingimos um ponto sem retorno, a total insustentabilidade da SAD, e tenho de fazer valer os meus direitos como trabalhador. Desejo que, quando a competição voltar, jogadores e equipa técnica encontrem os meios para salvar o Aves da despromoção pois o lugar deste clube é entre os maiores do futebol português”, prossegue.

Contratado ao Metz em julho de 2018, Quentin Beunardeau, de 26 anos, assumiu-se como titular na baliza nortenha nas últimas duas temporadas, revelando um “prazer enorme” pelos 54 jogos disputados, atenuado pela “enorme tristeza” na hora da saída.

O guarda-redes internacional pelos escalões jovens das seleções francesas estava vinculado até junho de 2022 e é o primeiro jogador a rescindir com o último classificado da I Liga devido aos salários em atraso, alguns dias após ter recebido um processo disciplinar por declarações desautorizadas à comunicação social, a par do médio Estrela.

“Para este desfecho contribuiu decisivamente o facto de este incumprimento ser total para alguns jogadores e parcial para outros, que ao contrário do jogador Beunardeau, receberam a integralidade ou parcelas dos valores salariais em dívida”, conclui.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página