Covid-19: Standard Liège, de Orlando Sá, acerta redução salarial com futebolistas

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Standard Liège, equipa do internacional português Orlando Sá, informou hoje ter chegado a acordo com os futebolistas para «uma importante redução» salarial, face à crise motivada pela pandemia da covid-19.
Covid-19: Standard Liège, de Orlando Sá, acerta redução salarial com futebolistas

“Os jogadores aceitaram uma importante redução dos seus salários e estão satisfeitos por uma parte dessa redução ser destinada aos hospitais de Liège, como forma de os apoiar na luta contra esta pandemia”, indica o clube belga, no sítio oficial na Internet.

O Standard Liège, quinto classificado na Liga belga, não especificou o valor da redução salarial, mas o jornal Dernière Heure indica que os salários irão situar-se em cerca de 3.300 euros brutos, entre 19 de março e 03 de maio, com critérios de proporcionalidade, consoante os vencimentos e que o mesmo valor seria entregue aos hospitais.

No início de abril, o clube quis impor uma redução salarial de 90% por tempo indeterminado, uma proposta que foi rejeitada por alguns jogadores, entre os quais o avançado Orlando Sá.

O campeonato belga, à semelhança de quase todos, está suspenso devido à pandemia desde o fim de semana de 07 e 08 de março, e a Liga belga já disse querer dar por terminada a competição, uma decisão que será analisada na segunda-feira.

A nível global, segundo um balanço da AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 181 mil mortos e infetou mais de 2,6 milhões de pessoas em 193 países e territórios. Mais de 593.500 doentes foram considerados curados.

Para combater a pandemia, os governos mandaram para casa 4,5 mil milhões de pessoas (mais de metade da população do planeta), encerraram o comércio não essencial e reduziram drasticamente o tráfego aéreo, paralisando setores inteiros da economia mundial.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página