loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Governo de Macau garante 11.ª ronda de distribuição de máscaras

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Governo de Macau garantiu já a 11.ª ronda de distribuição de máscaras de proteção à população, quando está prestes a terminar a ronda anterior, foi hoje anunciado.
Covid-19: Governo de Macau garante 11.ª ronda de distribuição de máscaras

O Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus afirmou estar já garantida a 11.ª ronda de distribuição de máscaras de proteção à população, mas salientou ter chegado a altura de avaliar "a manutenção do programa no futuro".

"No momento em que os residentes precisaram de máscaras, o governo lançou este programa e agora é tempo de reflexão", disse, na conferência de imprensa diária sobre a situação epidemiológica no território.

Em 11 de abril, as autoridades tinham indicado que cerca de 46 milhões de máscaras foram vendidas em Macau em pouco mais de dois meses e meio.

A venda racionada das máscaras começou em 24 de janeiro, uma das primeiras medidas do Governo de Macau, justificada pela falta de oferta no mercado mundial.

A cada dez dias, cada pessoa pode adquirir dez máscaras em cerca de meia centena de farmácias convencionadas no território.

Na mesma conferência de imprensa, o Centro de Coordenação de Contingência do Novo Tipo de Coronavírus destacou mais uma alta hospitalar, a do 22.º caso de infeção importado, um residente de 44 anos a estudar na Irlanda, que foi já transferido para o centro clínico de saúde pública em Coloane, onde vai cumprir mais 14 dias de isolamento.

Atualmente, 11 doentes continuam internados, seis no Centro Hospitalar Conde São Januário e cinco no centro clínico de saúde pública em Coloane, para um período de 14 dias de convalescença em isolamento.

Há 21 dias consecutivos sem novos casos importados, Macau conta ainda 75 pessoas a cumprir quarentena em hotéis designados, incluindo 46 residentes, 17 trabalhadores não residentes e 12 turistas, indicou.

Por outro lado, o Instituto de Ação Social (IAS) de Macau anunciou que vai realizar testes de ácido nucleico, no sábado e no domingo, a cerca de 2.400 funcionários de perto de 70 entidades, devido à "natureza dos cuidados prestados" nestes serviços.

Macau registou um total de 45 infetados desde o início do surto do novo coronavírus, em 22 de janeiro.

Após uma primeira vaga de dez casos em fevereiro, o território esteve 40 dias sem identificar qualquer infeção. Contudo, a partir de 15 de março foram identificadas mais 35 pessoas infetadas, todos casos importados.

A nível global, segundo um balanço da agência de notícias AFP, a pandemia de covid-19 já provocou mais de 215 mil mortos e infetou mais de três milhões de pessoas em 193 países e territórios.

Mais de 840 mil doentes foram considerados curados.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página