loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Covid-19: Respeito escrupuloso pelas regras é um dever - Ministério da Saúde

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O secretário de Estado da Saúde considerou hoje ser «um dever respeitar escrupulosamente as regras» das autoridades de saúde neste período de desconfinamento e pediu às pessoas que se comportem com consciência, responsabilidade e civismo.
Covid-19: Respeito escrupuloso pelas regras é um dever - Ministério da Saúde

“Não nos podemos esquecer que cada ação nossa tem impacto no outro e por isso temos o dever de continuar a respeitar escrupulosamente as regras estipuladas pelas autoridades de saúde porque continuamos todos a ser agentes de saúde pública”, afirmou António Lacerda Sales na conferência de imprensa relativa ao ponto da situação da covid-19 em Portugal.

Segundo o secretário de Estado, nesta segunda fase de desconfinamento, que permitiu a reabertura de estabelecimentos de comércio, restaurantes, pastelarias, creches e algumas escolas, não se pode “vacilar, nem relaxar, nem esmorecer”.

“Estamos no primeiro dia da segunda fase de desconfinamento é natural que as pessoas tenham receios como também tiveram quando foi necessário recolhermo-nos. É um caminho que percorreremos coletivamente com consciência, responsabilidade e civismo”, acrescentou.

Lacerda Sales referiu que há 6.430 casos de doentes recuperados de covid-19, mais 1.794 casos que domingo, que representa "o maior aumento do número de casos recuperados".

"Neste momento, 22% dos casos confirmados, encontram-se recuperados", sublinhou.

Portugal regista 1.231 mortes relacionadas com a covid-19, mais 13 do que no domingo, e 29.209 infetados, mais 173, segundo o boletim epidemiológico divulgado hoje pela Direção Geral da Saúde.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página