loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Mercado: Vizela contrata médio Marcos Paulo, ex-Académica de Coimbra

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Vizela, clube que foi promovido à II Liga portuguesa de futebol, anunciou hoje a contratação do médio brasileiro Marcos Paulo, que alinhava na Académica de Coimbra.
Mercado: Vizela contrata médio Marcos Paulo, ex-Académica de Coimbra

O médio ofensivo, de 31 anos, que esta temporada participou em 23 jogos e apontou um golo pelos ‘estudantes', assinou agora um contrato válido por uma temporada com o emblema minhoto.

"É um clube novo para mim, do qual tenho boas referências e onde procurarei dar o meu melhor em prol do grupo. As expectativas são as melhores possíveis. É um novo momento para o clube, que acaba de subir à II Liga, uma prova muito competitiva. Espero poder agregar a minha experiência, e potencial, com a dos meus companheiros", disse o médio em declarações ao site do clube.

Além da Académica de Coimbra, que representou por quatro épocas, Marcos Paulo conta ainda, no futebol português, com uma passagem pela União de Leiria, além de experiências internacionais nos franceses do Le Mans e nos gregos do Panetolikos.

O médio é a segunda contratação dos vizelenses para a próxima época, depois de terem assegurado o lateral-esquerdo Richard Ofori, ex-Fafe.

O clube minhoto também já garantiu as renovações de contrato do guarda-redes Ivo Gonçalves, dos avançados Diogo Ribeiro, Tavinho e Kiko Bondoso, dos médios Ericsson, Zag e André Soares e dos defesas Kiki e João Pedro.

O Vizela, a par do Arouca, foi indicado pela Federação Portuguesa de Futebol para a subida à II Liga Portuguesa de Futebol, depois do Campeonato Portugal, onde militava, ter sido interrompido, devido à pandemia de covid-19.

À data da suspensão da prova, o Vizela liderava a Série A com 60 pontos (mais oito que o segundo classificado Fafe), enquanto o Arouca estava em 1º lugar na Série B com 58 pontos (mais oito que o Lusitânia de Lourosa).

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página