loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Golo solitário de Lucas Fernandes quebra 'jejum' de vitórias do Portimonense

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Um golo solitário de Lucas Fernandes deu hoje a vitória ao Portimonense na receção ao Gil Vicente (1-0), triunfo que permitiu aos algarvios quebrar um ciclo de 12 jogos consecutivos sem vitórias na I Liga portuguesa de futebol.
Crónica: Golo solitário de Lucas Fernandes quebra 'jejum' de vitórias do Portimonense

Lucas Fernandes, aos 49 minutos, marcou o golo do triunfo do emblema de Portimão, vitória que lhe permite continuar na luta pela manutenção no principal escalão do futebol português.

A turma de Paulo Sérgio quebrou um ‘jejum’ de vitórias, dado que não vencia desde 30 de novembro de 2019 (vitória sobre o Famalicão por 2-1).

No Municipal de Portimão, sem espetadores nas bancadas no recomeço da competição, interrompida em março devido à pandemia da covid-19, os gilistas assumiram o controlo do jogo e tiveram oportunidade de abrir o marcador, logo aos oito minutos, lance em que Ruben Ribeiro, isolado na área, perdeu o tempo e espaço para bater o guarda-redes japonês Gonda.

Com um futebol mais esclarecido, a formação de Vítor Oliveira instalou-se no meio campo adversário, embora não conseguisse materializar em golo a sua supremacia atacante.

Baraye (19) e Ruben Ribeiro (23) foram os mais perdulários no Gil Vicente, tendo o Portimonense efetuado apenas um remate à baliza de Denis em toda a primeira parte, lance protagonizado por Hackman (27), que o defesa Igor conseguiu intercetar na área.

A segunda parte começou praticamente com o golo algarvio, com Lucas Fernandes a rematar de fora da área, fazendo a bola entrar junto ao ângulo superior esquerdo, deixando o guarda-redes Denis ‘pregado’ ao relvado.

O golo ‘despertou’ a formação de Paulo Sérgio que, a partir de então, assumiu o controlo do jogo, perante um Gil Vicente que pouco fez para restabelecer a igualdade até ao final da partida.

Aos 74 minutos, o Portimonense, em contra-ataque e aproveitando o adiantamento da formação gilista, teve ainda a oportunidade para ampliar o marcador, mas Jackson Martinez chegou atrasado ao cruzamento de Aylton Boa Morte.

Apesar do triunfo, os algarvios mantêm o 17.º e penúltimo lugar da tabela, agora com 19 pontos, reduzindo provisoriamente para três a diferença para o Paços de Ferreira, a primeira equipa acima da linha de descida, enquanto o Gil Vicente segue num tranquilo nono lugar.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página