loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Sp. Braga vence em Paços de Ferreira e mantém luta pelo pódio

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O Sporting de Braga venceu, na sexta-feira, em casa do Paços de Ferreira 5-1 e continua firme na luta pelo terceiro lugar, após a 31.ª jornada da I Liga de futebol, num jogo marcado pela exibição de Paulinho.
Crónica: Sp. Braga vence em Paços de Ferreira e mantém luta pelo pódio

O avançado bracarense marcou aos três, 34 e 38 minutos, nos dois primeiros casos na transformação de grandes penalidades, fez, depois, a assistência para o quarto golo, anotado por Ricardo Horta, aos 47. Uilton ainda reduziu para o Paços, aos 78, antes de Galeno fixar o resultado final, aos 89.

Na tabela, o Braga é quarto, com 56 pontos, a três do Sporting, que venceu na receção ao Santa Clara (1-0) e fecha o pódio, enquanto o Paços mantém por agora o 13.º lugar, com 34, mas sem beliscar o objetivo da permanência, mantendo sete pontos de vantagem para a primeira equipa em zona de descida (Portimonense).

O jogo foi menos equilibrado do que se esperava, com evidente supremacia do mais forte, o Braga, embalado por um golo marcado logo aos três minutos.

Desta forma, os minhotos descomplicaram um jogo que prometia dificuldades, tendo o técnico Artur Jorge devolvido ao ‘onze’ Ricardo Esgaio e Fransérgio, o elemento mais móvel da equipa, vagueando entre o meio-campo e um ataque que contou ainda com o talento de Trincão e Ricardo Horta, nos corredores laterais, no apoio a um inspirado Paulinho.

O avançado minhoto inaugurou o marcador e ‘bisou’, também de grande penalidade, aos 34 minutos, completando o ‘hat-trick’ aos 38, ao aproveitar um passe mal calculado por Pedrinho junto à área pacense.

O golo madrugador foi um duro golpe para os locais e atrasou a sua reação, espaçada nos intervalos do domínio bracarense, mas sem o acerto de outros jogos.

A equipa, com Bruno Santos a titular por castigo de Jorge Silva, estava mais moralizada do que nunca e, em caso de vitória, 'carimbava' de vez a permanência no principal escalão, mas nunca se recompôs face a um Braga sempre superior, a jogar no campo todo e que facilmente ganhava metros no terreno através de tabelas curtas, diagonais rápidas e combinações a um ou dois toques.

Face ao resultado desnivelado e aos cinco amarelos exibidos aos jogadores da casa no primeiro tempo, Pepa procurou controlar os danos e fez três alterações ao intervalo, mas a equipa voltou a entrar desconcentrada e permitiu o quarto golo bracarense, aos 47 minutos, por Ricardo Horta, após assistência de Paulinho.

O jogo estava decidido e perdeu alguma espetacularidade, ainda assim com o Braga sempre mais perto de marcar, mas seria o Paços a reduzir, pelo suplente Uilton, aos 78 minutos. O pacense Bruno Santos ainda enviou uma bola ao ‘ferro’, instantes antes de Galeno, a passe de André Horta, fechar o marcador e fixar o resultado final.

Programa da jornada:

Quarta-feira, 8 de Julho de 2020
Boavista - Marítimo, 0 - 1
Desp. Aves - V. Setúbal, 1 - 0

Quinta-feira, 9 de Julho de 2020
Rio Ave - Portimonense, 2 - 1
Tondela - FC Porto, 1 - 3
Famalicão - Benfica, 1 - 1

Sexta-feira, 10 de Julho de 2020
V. Guimarães - Gil Vicente, 1 - 2
Sporting - Santa Clara, 1 - 0
Paços Ferreira - Sp. Braga, 1 - 5

Sábado, 11 de Julho de 2020
Belenenses SAD - Moreirense, 0 - 1

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página