loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Cinco candidatos disputam liderança da Federação Guineense de Futebol

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

Cinco personalidades do futebol guineense foram aprovadas pela comissão eleitoral para disputarem, no dia 25, a presidência da federação da modalidade, anunciou Lino Lopes, presidente da comissão organizadora do congresso.
Cinco candidatos disputam liderança da Federação Guineense de Futebol

Foram aprovadas as candidaturas de Manuel Lopes, presidente cessante e que concorre a um terceiro mandato consecutivo, Carlos Teixeira ‘Caito’, Fernando Tavares ‘Bené’, ambos empresários, António Patrocínio e Paulo Mendonça, ambos dirigentes desportivos.

Fernando Tavares é atualmente presidente da Liga Guineense de Clubes de Futebol.

António Patrocínio, Carlos Teixeira e Paulo Mendonça são antigos colaboradores de Manuel Lopes no Comité Executivo da Federação Guineense de Futebol, mas todos se incompatibilizaram e agora tentam assumir a presidência do organismo.

A comissão eleitoral, liderada por Lino Lopes, presidente do Futebol Clube Os Lagartos de Bambadinca, clube da primeira divisão, anunciou que da corrida ficaram excluídas as candidaturas de Mutaro Bari e Benalivio Insali, por irregularidades nas inscrições.

Fonte da comissão eleitoral disse à Lusa que Bari e Insali podem recorrer da exclusão, "que ainda é provisória", e se apresentarem os documentos exigidos poderão ser readmitidos no processo.

Em conferência de imprensa, Mutaro Bari, antigo dirigente ligado ao Desportivo de Gabu e ao Estrela Negra de Bolama, tranquilizou os seus apoiantes, garantindo que vai participar na votação do dia 25 e que tudo foi um "mal-entendido, mas que será resolvido ainda hoje".

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página