loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Presidente da APCVD saúda fim de programas de comentário desportivo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O presidente da Autoridade para a Prevenção e o Combate à Violência no Desporto (APCVD) saudou hoje o fim de programas de comentário que "em nada privilegiam o ambiente desportivo salutar que se pretende".
Presidente da APCVD saúda fim de programas de comentário desportivo

À Lusa, Rodrigo Cavaleiro explicou que a autoridade a que preside "saúda esta decisão" da SIC e, segundo foi noticiado, da TVI em retirar os programas de comentário desportivo, com debate entre adeptos dos denominados ‘três grandes'.

O tema já tinha sido debatido "há bastante tempo no grupo de trabalho para a violência", que envolve várias entidades e é liderado pelo secretário de Estado da Juventude e do Desporto, João Paulo Rebelo, tendo sido concluído que "a solução mais plausível poderia passar por uma certa concertação entre os vários grupos" de media em prol da "responsabilidade social".

"Saudamos esta decisão, porque se estes órgãos de comunicação social reconhecem algum caráter de toxicidade nestes programas, que têm promovido alguns confrontos que de facto em nada privilegiam o ambiente desportivo salutar que se pretende, e promovem a hostilidade entre principais rivais, inclusivamente também quando vem também de alguma forma deixar visível alguma instrumentalização que estes programas poderão ter por parte dos principais interessados, não podemos fazer outra coisa se não saudar a decisão, assumindo aquilo que os canais viram como a sua responsabilidade social", considerou Rodrigo Cavaleiro.

O dirigente relembrou, ainda assim, que "há ainda outros canais que têm programas na mesma linha" e que "o que está aqui em causa é a necessária mudança de mentalidades".

O efeito destes programas "vai permanecer ainda durante muito tempo", lembrando iniciativas como o Plano Nacional para a Ética no Desporto, através de vários "prémios por bons exemplos de desportivismo", que visam a "valorização dos melhores valores que o desporto pode oferecer".

"São coisas que devem ser vistas como tendo efeitos a médio e longo prazo. Alguns destes programas terminarem não significa que alguns efeitos dessa toxicidade associada não permaneçam durante algum tempo. Vai levar ainda bastante tempo a que essas mudanças sejam visíveis, mas é um caminho que se está a percorrer e que se deve saudar", completou.

O presidente da autoridade, implementada pelo Governo em setembro de 2019, avisa que "tudo o que tem mais visibilidade e mediatização" acaba por influenciar mais "os mais jovens", pelo que é de redobrada importância "conseguir desde muito cedo transmitir os bons valores do desporto" e "limitar a vertente do confronto apenas à competição propriamente dita".

"É nesse sentido que o desporto deve ser protegido, e não permitindo que seja um pretexto para se trazer de forma mais visível tudo o que são maus princípios de vida, as intolerâncias e a falta de respeito pelo próximo. (...) Transformar hostilidade em hospitalidade", acrescentou.

Na segunda-feira, o diretor de informação da Impressa, Ricardo Costa, disse à Lusa que foi decidido descontinuar os programas de desporto "Play Off", de 2014, e "Dia Seguinte", de 2003, a partir da próxima semana, data que a TVI24 vai, segundo a imprensa, terminar também os conteúdos similares na sua grelha.

"Esse ambiente de toxicidade que se foi criando à volta deste tipo de programas, e para o qual contribui muito os próprios clubes e as suas máquinas de comunicação, coloca-nos perante uma situação de que chegou a altura de terminar este tipo de programas na SIC Notícias", explicou o diretor de informação da Impresa.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página