loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Juventude do Manchester United compromete e Sevilha segue para a a final

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Sevilha apurou-se hoje para a final da Liga Europa de futebol ao vencer (2-1) o Manchester United, que até esteve em vantagem com mais um golo de Bruno Fernandes, mas pagou a fatura da juventude da equipa.
Crónica: Juventude do Manchester United compromete e Sevilha segue para a a final

O Manchester United adiantou-se no marcador logo aos nove minutos, na execução de um penálti por Bruno Fernandes, melhor marcador da Liga Europa com oito golos, logo aos nove minutos, a castigar uma falta de Diego Carlos sobre Rashford.

O Sevilha empatou à passagem do minuto 26 numa incursão do lateral esquerdo Sérgio Reguilon, cujo cruzamento passou à frente de toda a defesa e foi apanhar no flanco oposto Suso a finalizar, com o jovem Brandon Williams mal posicionado a permitir a finalização.

De resto, acabou por ser pelos flancos, onde os ‘red devils' mostraram uma vulnerabilidade comprometedora, sobretudo pelos dois jovens Wan Bissaka e Brandon Williams, que a equipa de Julen Lopetegui logrou chegar à vitória com inteiro merecimento.

A inexperiência da equipa inglesa revelou-se gritante também no ataque, sobretudo pela ação de dois jovens que cometeram muitos erros num jogo decisivo como este, Mason Greewood e Rashford.

Bruno Fernandes ‘pegou' muitas vezes no jogo, teve vários lances de última passe à entrada da área, mas, uma vezes pela solidez defensiva da equipa andaluz, outras por desaproveitamento de Rashford e Anthony Martial, muito pouco inspirados, não foi capaz de fazer a diferença.

O Sevilha passou um mau bocado no primeiro quarto de hora da segunda parte, no qual o guarda-redes marroquino Bono se revelou absolutamente determinante ao parar dois lances de golo feito aos pés de Martial e um remate de Bruno Fernandes de fora da área.

Os espanhóis chegaram ao golo do triunfo aos 78 minutos, pelo ponta de lança holandês Luuk de Jong, que Lopetegui lançou aos 56 minutos para o lugar do marroquino Youssef En Nesyri, num lance em que a defesa inglesa voltou a ‘meter água', a começar por Williams, no flanco esquerdo, batido por Jesus Navas, e a acabar no ex-Benfica Victor Lindelof.

De destacar o facto de Bruno Fernandes, além de ser neste momento melhor marcador da Liga Europa com oito golos, ter batido um recorde que pertencia ao avançado Abel, do FC Porto, que apontou sete golos nos seis jogos da campanha dos dragões na Taça UEFA de 1972/73.

Bruno Fernandes disputou a fase de grupos pelo Sporting, apontando cinco golos nas partidas com PSV Eindhoven (três), LASK (um) e Rosenborg (um), enquanto pelo Manchester United marcou ao Club Brugge, nos 16 avos de final, ao FC Copenhaga nos quartos de final, e agora ao Sevilha nas meias-finais, sempre de grande penalidade.

O Sevilha aguarda agora pelo desfecho do jogo de segunda-feira entre os ucranianos do Shakthar Donetsk, treinados pelo português Luís Castro, e os italianos do Inter Milão, para saber qual o adversário que irá enfrentar na final da competição, marcada para sexta-feira.

Esta vai ser a sexta presença no embate decisivo da formação andaluza, que venceu todas as anteriores finais, 2005/06, 2006/07, 2013/14, 2014/15 e 2015/16, e detém o recorde de troféus da competição.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página