loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Portimonense: Paulo Sérgio diz que equipa deve encarar jogo como «a primeira final»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O treinador do Portimonense afirmou que a sua equipa deve encarar a receção de segunda-feira ao Paços de Ferreira, na estreia na I Liga 2020-2021, como "a primeira final" da época.

"[Temos de] olhar, desde já, para este jogo como a primeira final. Não é começarmos a olhar no final do campeonato, a chamar finais a todos os jogos. Esta é a primeira final que temos para disputar e esta é a mentalidade que a equipa tem de ter", afirmou o técnico da equipa que, na época passada, foi 17.ª classificada, mas evitou a descida após o incumprimento dos pressupostos financeiros pelo Vitória de Setúbal.

Falando na conferência de imprensa de antevisão da partida da primeira ronda da competição, Paulo Sérgio frisou que essa é a mensagem que tem passado aos jogadores e que essa é a atitude que as suas equipas "têm de ter sempre".

"Quem pensar que pode disputar a I Liga em ponta de pé, de salto alto, está redondamente enganado. Um profissional de futebol tem de competir para ganhar e toda a gente tem de ter isso bem ciente na sua mente", referiu.

O treinador garantiu que a equipa quer manter o ritmo que quase lhe garantia a manutenção em campo, com cinco vitórias e dois empates em 10 jogos na reta final da I Liga 2019/20, após a pausa devido à pandemia de covid-19.

"O que temos feito na pré-época garante que vamos manter a imagem de equipa agressiva, proativa e que quer fazer pela vida", afirmou Paulo Sérgio, acrescentando que "há mais margem de manobra para crescer" e que "só a competição vai por a nu algumas fragilidades".

Sobre o Paços de Ferreira, o treinador do Portimonense espera uma tarefa difícil. "O Paços já nos habituou, de vários anos a esta parte, a ter equipas muito organizadas e muito competitivas. O Pepa tem desenvolvido um excelente trabalho e sabemos que vamos ter de ser muito competentes para atingir o objetivo", comentou.

Paulo Sérgio garantiu ainda que o plantel não está fechado, mas que as oito contratações já confirmadas garantem um "acréscimo de qualidade" e que a equipa "melhorou no seu todo".

O técnico do Portimonense salientou que os dois reforços que vão chegar da Ásia - o malaio Safawi Rasid e o iraniano Jafar Salmani - são "para o médio/longo prazo", uma vez que precisam de se adaptar a "todo um mundo novo".

"Temos de dar tempo ao tempo e depois não criar expectativas desmedidas que criem desilusão", explicou, concluindo que, "para o imediato", a administração da SAD algarvia procura preencher duas vagas, no meio-campo - com a continuidade de Júnior Tavares, cujo empréstimo pelo São Paulo (Brasil) findou no final da época passada - e no ataque.

O Portimonense recebe o Paços de Ferreira na segunda-feira, às 19:30 horas, no Estádio Municipal de Portimão, em jogo que será arbitrado por Iancu Vasilica (Vila Real).

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página