loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

LE: Conflito entre Arménia e Azerbaijão transfere Ararat-Estrela Vermelha para Chipre

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

É justa a medida do Governo em autorizar o regresso I Liga e impedir a II Liga?

O jogo da Liga Europa de futebol entre os arménios do Ararat e os sérvios do Estrela Vermelha será disputado no Chipre e não na Arménia, devido à escalada do conflito com o vizinho Azerbaijão.
LE: Conflito entre Arménia e Azerbaijão transfere Ararat-Estrela Vermelha para Chipre

A UEFA fez hoje o anúncio de que esse jogo do 'play-off' de apuramento para a fase de grupos da Liga Europa, que estava previsto ser disputado para Erevan, capital da Arménia, na quinta-feira, será transferido para Nicósia, capital de um país neutro, neste caso o Chipre.

O vencedor dessa eliminatória, disputada apenas a uma mão, avançará para a fase de grupos da competição, para a qual também concorrem dois clubes portugueses, o Sporting e o Rio Ave, que recebem na quinta-feira os austríacos do LASK Linz e os italianos do AC Milan, respetivamente, enquanto Sporting de Braga e Benfica já estão integrados.

O conflito entre os dois países pela disputa da região de Nagorno-Karabakh arrasta-se há três décadas, mas agudizou-se no passado domingo com a eclosão de combates entre as forças militares do Azerbaijão e as forças separatistas apoiadas pela Arménia, que causaram 23 mortos, incluindo sete civis.

O enclave de Nagorno-Karabakh fica situado no interior do território do Azerbaijão, mas é controlado por forças étnicas arménias desde 1994, numa guerra separatista que foi desencadeada três anos após a dissolução da antiga União Soviética.

A UEFA separou as equipas nacionais e de clubes da Arménia e do Azerbaijão nos sorteios dos seus torneios há mais de uma década.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página