loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Diogo Jota 'bisa' e chega aos três golos por Porrtugal, Bernardo Silva soma sete

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Diogo Jota levou hoje a ‘peito’ o facto de ser o substituto de Cristiano Ronaldo e, à sétima internacionalização ‘AA’, na receção à Suécia (3-0), apontou o dobro dos golos que havia conseguido nas primeiras seis.
Diogo Jota 'bisa' e chega aos três golos por Porrtugal, Bernardo Silva soma sete

Em encontro da quarta jornada do Grupo A da Liga das Nações, o jogador que sobre o fecho do mercado trocou o Wolverhampton pelo Liverpool faturou aos 44 e 72 minutos, depois de, com grande altruísmo, servir Bernardo Silva para o primeiro, aos 21.

O jovem avançado luso, de 23 anos, passou a contar três golos ao serviço da formação das ‘quinas’, pela qual se havia estreado a marcar no outro encontro em que foi titular, na receção à Croácia, no arranque da segunda edição da Liga das Nações.

Em 05 de setembro, também aproveitando a ausência de Cristiano Ronaldo, devido a lesão, Diogo Jota, então ainda jogador dos ‘Wolves’, jogou na frente, como hoje, ao lado de Bernardo e João Félix, e marcou o segundo golo luso, aos 58 minutos.

Nos restantes cinco jogos, o avançado dos ‘reds’, que foi utilizado nos derradeiros sete embates da seleção lusa, atuou saindo do banco e não conseguiu faturar.

Com três golos, Diogo Jota ultrapassou alguns notáveis, como vários jogadores com os quais atuou hoje, casos de Bruno Fernandes, Raphaël Guerreiro e Danilo (somam todos dois), e juntou-se, entre outros, a Pizzi, Miguel Veloso ou Tiago Mendes.

Por seu lado, Bernardo Silva, que cumpriu 48.ª internacionalização ‘AA’, somou o sétimo golo e ascendeu ao 34.º lugar do ‘ranking’ luso, no que foi também o primeiro tento em 2020/21, época que não lhe tem corrido de feição.

O jogador do Manchester City, de 26 anos, igualou dois jogadores que também defrontaram os suecos, Pepe (113.º jogo na seleção ‘AA’) e João Moutinho (126.º), bem como Maniche, o ‘violino’ Vasques, António Oliveira ou Manuel Fernandes.

A formação das ‘quinas’ volta a jogar em 11 de novembro, dia em que recebe a modesta formação de Andorra, para preparar os últimos jogos no Grupo 3 da Liga A da Liga das Nações, em casa com a França, em 14, e na Croácia, em 17.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página