loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Boavista não consegue segurar vitória e deixa-se empatar em Famalicão

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Famalicão e Boavista empataram hoje 2-2, num jogo da quinta jornada da I Liga portuguesa de futebol, que foi disputado até ao último segundo, com a equipa da casa a igualar já nos descontos.
Crónica: Boavista não consegue segurar vitória e deixa-se empatar em Famalicão

Os ‘axadrezados', que ainda não conseguiram vencer na prova, colocaram-se na frente do marcador já na segunda parte, mas, e a jogar com menos um, após a expulsão de Javi García, não conseguiram segurar a vantagem e permitiram aos famalicenses, em 10 minutos, chegarem ao empate.

Numa retrospetiva, o Estádio Municipal de Famalicão assistiu a uma primeira parte de domínio da equipa da casa perante um Boavista recheado de ‘craques', mas que ainda procura a primeira vitória no campeonato. Um remate de Cannon, aos 23 minutos, foi o melhor que a equipa treinada por Vasco Seabra conseguiu fazer nos primeiros 45 minutos, o que é manifestamente pouco para quem procura, com justificada ambição, a primeira vitória na I Liga.

O Famalicão, bem mais solto e entrosado, fez seis remates na primeira parte, contra três do Boavista, mas ora encontrou oposição em Léo Jardim, ora errou o alvo. Muitas dessas situações de golo tiveram origem em lances de bola parada.

Os minhotos beneficiaram, nessa altura, de sete pontapés de canto - não consentiram nenhum - e, num deles, aos 26 minutos, Jordão cabeceou para boa defesa do guarda-redes boavisteiro.

A primeira parte também ficou marcada pelo ritmo lento, devido às constantes faltas que interrompem o jogo, com o Boavista a ‘golear’ nesse tipo de lances, com 13 infrações contra quatro do Famalicão.

A formação teve a primeira oportunidade logo aos quatro minutos, quando Riccieli cabeceou à baliza, mas a bola foi desviada por um defesa e saiu por cima.

Mas, toda a ação digna de registo ocorreu no segundo tempo, com o Boavista a chegar ao 2-0, beneficiando de dois erros do guarda-redes Zlobin.

Os golos de Hamache, primeiro, e Javi García, depois, deixaram as ‘panteras’ a sonhar com a estreia a vencer, mas um penálti cometido pelo médio espanhol, que lhe valeu o segundo amarelo e a correspondente expulsão, devolveu o Famalicão ao jogo, com Rúben Lameiras a reduzir da linha de 11 metros, aos 85.

Antes, aos 68 minutos, o mesmo jogador tinha beneficiado de um penálti, mas falhou em dose dupla: no primeiro remate, permitiu a defesa a Léo Jardim e, na recarga, atirou à barra.

O guarda-redes do Boavista prometeu, aí, ser uma das figuras da partida e a verdade é que acabou por ser, mas pela negativa, sendo muito mal batido no lance que permitiu o empate aos famalicenses, no quarto minuto de compensação, num livre direto lateral de Jhonata Robert.

Com o empate, o Famalicão fica na nona posição, com seis pontos, enquanto o Boavista mantém-se abaixo da ‘linha de água', somando apenas três.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página