loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Nacional vai do inferno ao céu e vence Gil Vicente no Funchal

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Nacional alcançou hoje a sua primeira vitória caseira, ao vencer o Gil Vicente por 2-1, com um golo de Bryan Róchez na compensação, em jogo da sétima jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado no Funchal.
Crónica: Nacional vai do inferno ao céu e vence Gil Vicente no Funchal

Num jogo duas partes distintas, estando melhor o Gil Vicente na primeira parte e o Nacional na segunda, a equipa madeirense alcançou a sua primeira vitória caseira, com uma reviravolta no marcador, fruto dos golos na segunda parte de João Camacho (57) e Bryan Róchez (90+3), em contraponto com o tento de Rodrigão alcançado nos instantes finais da primeira parte.

A primeira metade foi de intenso domínio do Gil Vicente e que teve em Daniel Guimarães uma figura preponderante, ao defender duas grandes penalidades, primeiro de Talocha, aos 23 minutos, e depois de Lucas Mineiro, aos 44.

A partida começou com ambos os conjuntos muito empenhados no jogo, atuando em pressão o que reduzia muito os espaços e criava dificuldades na construção de lances de perigo em ambas as balizas.

E foi do Nacional o primeiro momento, à passagem dos 14 minutos, com Brayan Riascos na marcação de um livre a propiciar uma grande defesa a Denis.

Todavia, com o passar dos minutos, o Gil Vicente foi ganhando ascendente e dispôs de duas soberanas ocasiões para chegar ao golo, na marcação de duas grandes penalidades, defendidas de forma superior por Daniel Guimarães.

O guarda-redes dos madeirenses voltou a brilhar nos descontos, ao defender um potente remate de Talocha. Contudo, foi impotente para travar o cabeceamento vitorioso de Rodrigão, após centro de Talocha no último lance da primeira parte.

Ao intervalo, Luís Freire deixou nos balneários Vincent Thill e Larry Azouni e lançou João Victor e Bryan Róchez, alargando a sua frente de ataque.

O jogo ficou mais aberto e o perigo passou a rondar com maior frequência as duas balizas. Daniel Guimarães negou o golo a Claude Gonçalves, aos 53 minutos, e na resposta, Brayan Riascos obrigou Denis a uma defesa apertada.

Até que aos 57 minutos, João Camacho deu a melhor sequência a um centro de Rúben Freitas e restabeleceu a igualdade.

O Nacional era agora o conjunto que dominava o jogo, criando sucessivos embaraços junto à área dos gilistas.

Os madeirenses acabaram por ser premiados pela sua atitude na segunda parte, ao alcançar o seu segundo golo, da autoria de Bryan Róchez no terceiro minuto de compensação, após centro de Alhassan.

Programa da jornada:

Sexta-feira, 6 de Novembro de 2020
B SAD - Rio Ave, 0 - 0

Sábado, 7 de Novembro de 2020
Tondela - Santa Clara, 2 - 0
Famalicão - Marítimo, 2 - 1
V. Guimarães - Sporting, 0 - 4

Domingo, 8 de Novembro de 2020
Nacional - Gil Vicente, 2 - 1
Farense - Boavista, 3 - 1
FC Porto - Portimonense, 3 - 1
Benfica - Sp. Braga, 2 - 3

Terça-feira, 1 de Dezembro de 2020
Moreirense - Paços Ferreira, 0 - 1

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página