QF Mundial-2022: Seleção do Uruguai regista mais sete casos positivos

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A seleção do Uruguai registou hoje mais sete casos positivos do novo coronavírus, incluindo os jogadores Diego Rossi e Alexis Rolín e o médico da equipa, horas depois da derrota com o Brasil (2-0), na qualificação para o Mundial-2022.
QF Mundial-2022: Seleção do Uruguai regista mais sete casos positivos

Em comunicado, a Federação Uruguaia de Futebol (AUF) confirmou que Rossi, avançado do Los Angeles FC, e Rolín, defesa do Rentistas, que tinha sido chamado para ocupar o lugar deixado vago pela lesão de Sebastian Coates, do Sporting, estão infetados com o novo coronavírus, assim como mais cinco membros da comitiva, incluindo o médico Alberto Pan.

Os dois jogadores foram suplentes não utilizados no encontro da quarta jornada da fase de qualificação da zona sul-americana, em Montevideu, enquanto o avançado Darwin Nunez, do Benfica, esteve a tempo inteiro na partida e passou a última semana e meia integrado nos trabalhos da seleção uruguaia.

A AUF adiantou que todos os sete infetados estão sem sintomas e encontram-se bem de saúde.

Antes do duelo com o Brasil, a equipa Óscar Tabárez já tinha perdido a contribuição Luis Suárez, Matías Viña e Rodrigo Muñoz, por terem igualmente apresentado um teste com resultado positivo.

Na qualificação sul-americana para o próximo Campeonato do Mundo, que irá decorrer no Qatar, o Uruguai ocupa o quinto lugar, com seis pontos (duas vitórias e duas derrotas).

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.339.130 mortos resultantes de mais de 55,6 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página