loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Crença inglesa e ingenuidade minhota tira vitória ao Braga mesmo no final

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Sporting de Braga e Leicester empataram hoje 3-3, na quarta jornada do grupo G da Liga Europa de futebol, num jogo com superioridades repartidas e com o golo do empate dos forasteiros a surgir no último lance.
Crónica: Crença inglesa e ingenuidade minhota tira vitória ao Braga mesmo no final

O internacional inglês Jamie Vardy fez o golo final já aos 90+5 minutos, pouco depois de Fransérgio ter colocado os minhotos numa vantagem que parecia definitiva (90).

Al Musrati marcou bem cedo (04 minutos) para o Sporting de Braga, mas o Leicester empatou pouco depois com Barnes a castigar erros defensivos dos bracarenses (09).

Coroando uma boa primeira parte do Sporting de Braga, Paulinho voltou a colocar os da casa em vantagem (24), tornando-se no melhor marcador europeu dos ‘arsenalistas' com 12 golos.

Contudo, dando corpo a um melhor segundo período, os ingleses voltariam a igualar, aos 78 minutos, por Luke Thomas, empate que o médio brasileiro Fransérgio desfez perto do final e que Vardy repôs já depois do período de descontos concedido pelo árbitro, castigando a incapacidade dos minhotos de segurarem a posse de bola.

Com este resultado, e o triunfo do Zorya ante o AEK de Atenas (3-0), o Leicester já garantiu o apuramento para a fase seguinte, enquanto o Sporting de Braga soma sete pontos, mais quatro do que o duo ucraniano e grego.

O treinador do Leicester, Brendan Rodgers, disse, na véspera, que a sua equipa não iria subestimar o Sporting de Braga, mas parece ter sido isso mesmo que aconteceu com um início de jogo amorfo dos ingleses.

Logo aos quatro minutos, Esgaio aproveitou a ‘auto-estrada' pelo lado direito, Iuri Medeiros tentou pelo meio, mas foi Al Musrati, com um remate de fora da área, inaugurou o marcador.

Cinco minutos depois, contudo, os ingleses chegaram ao empate, com Barnes a não perdoar depois de uma assistência inadvertida de Castro e de um erro de Al Musrati a meio-campo.

Mas o Sporting de Braga era mais intenso e, aos 24 minutos, uma bela triangulação entre Iuri Medeiros, Ricardo Horta e Paulinho culminou com o segundo golo dos bracarenses pelo ponta-de-lança internacional português.

Pouco depois, Iheanacho pressionou Bruno Viana que, ao atrasar para Matheus, isolou Cengiz Under, mas o avançado turco desperdiçou uma clara oportunidade, permitindo a defesa a Matheus e, na recarga, o corte de Tormena (28).

Aos 39 minutos, os minhotos estiveram perto do terceiro: Kasper Schmeichel impediu-o a Ricardo Horta, emendando com uma defesa ‘à andebol', fazendo lembrar o pai, uma primeira má intervenção a remate de Paulinho.

Em cima do intervalo, Sequeira fugiu pela esquerda e Paulinho desviou de primeira para grande defesa do guardião dinamarquês do Leicester (45).

Brendan Rodgers fez uma dupla substituição ao intervalo e o Leicester surgiu mais pressionante - Cengiz Under obrigou Matheus a grande defesa (60).

Logo a seguir, mais duas alterações de uma assentada, com a entrada das ‘estrelas' Vardy e Madison, que se revelariam decisivas: Madison fez o que quis de Esgaio e serviu Luke Thomas para o 2-2 (78) e Vardy voltou a igualar (90+5) já depois de Fransérgio, com frieza, ter dado a melhor sequência a uma fuga de Galeno (90).

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página