ESC ONLINE

Itália: Nápoles vence recurso e vai disputar jogo contra Juventus

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Comité Olímpico italiano aceitou o recurso do Nápoles contra a punição com derrota 3-0 e a dedução de um ponto por ter falhado o jogo com a Juventus devido à pandemia de covid-19, anunciou hoje a entidade.
Itália: Nápoles vence recurso e vai disputar jogo contra Juventus

"Foi aceite o apelo apresentado pelo Nápoles e anulada imediatamente a decisão do Tribunal de Recurso da Federação Desportiva", revelou o Conselho de Garantia do Comité Olímpico italiano, a mais alta instância jurídica desportiva italiana, o que significa que a partida contra a Juventus, de Cristiano Ronaldo, que devia ter sido disputada em outubro, vai ser realizada.

Os napolitanos, através do seu presidente, Aurelio de Laurentiis, já reagiram à decisão: "Estamos felizes. Vivemos num país em que quem obedece às regras não pode ser punido. E o Nápoles cumpre sempre as regras."

Fica assim sem efeito a punição com derrota por 3-0 e a dedução de um ponto ao Nápoles, por ter falhado o jogo da terceira jornada da Serie A, depois de terem sido detetados dois casos de covid-19 no seu plantel, pelo que o clube volta à terceira posição na tabela classificativa, logo à frente da Juventus, sendo que ambas as equipas têm 24 pontos e um jogo a menos.

Segundo a comunicação social transalpina, o embate terá lugar em 13 de janeiro.

O Nápoles já tinha apresentado recurso da punição que lhe foi aplicada junto da Liga Serie A e da Federação Italiana de Futebol, baseando a sua posição no facto de as autoridades de saúde locais terem proibido o clube de viajar para Turim, no âmbito das medidas de contenção da pandemia do novo coronavírus, mas, depois de ambos os organismos terem mantido o castigo, o emblema napolitano viu agora satisfeitas as suas pretensões.

A pandemia de covid-19 provocou pelo menos 1.703.500 mortos resultantes de mais de 77,2 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página