loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Colômbia: Reinaldo Rueda substitui Carlos Queiroz como selecionador

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O treinador colombiano Reinaldo Rueda é o substituto do português Carlos Queiroz como selecionador de futebol da Colômbia, anunciou hoje a federação daquele país sul-americano.
Colômbia: Reinaldo Rueda substitui Carlos Queiroz como selecionador

“O Comité Executivo da Federação Colombiana de Futebol [FCF] anuncia que o professor Reinaldo Rueda é, a partir de hoje, o novo diretor técnico da seleção colombiana”, informou o organismo federativo, em comunicado.

Rueda, de 63 anos, que se desvinculou da seleção do Chile nas últimas horas, vai ter como principal objetivo classificar o país para o Mundial2022, no Qatar, bem como obter um bom desempenho na Copa América, que se realiza no verão, numa organização conjunta entre a Argentina e a Colômbia.

“Desejamos o maior sucesso a Reinaldo Rueda e à sua equipa, estando convictos de que farão um excelente trabalho nas tarefas que se avizinham”, acrescentou a FCF.

Esta é a terceira experiência de Rueda com a seleção ‘cafetera’, depois de ter sido selecionador interino em 2002 e de ter assumido o comando da equipa em 2004, após a saída de Francisco Maturana.

Foi também responsável dos sub-20 colombianos nos Mundiais da Austrália, em 1993, e Emirados Árabes Unidos, em 2003, no qual a equipa obteve o melhor desempenho de sempre, com a conquista do terceiro lugar.

Rueda dirigia a seleção do Chile desde janeiro de 2018, na qual, em 27 jogos, ganhou nove, empatou oito e perdeu 10.

“A FCF agradece à Federação Chilena de Futebol e ao seu presidente, Pablo Milad, com quem sempre houve diálogo e comunicação sobre o assunto”, conclui o comunicado.

Queiroz, despedido do cargo em setembro, tinha criticado a atitude da federação após a derrota em casa frente ao Uruguai (3-0) e a goleada sofrida no Equador (6-1), dizendo que "os factos mostram que não foi uma decisão racional".

Cumpridas quatro jornadas rumo ao Mundial2022, a Colômbia e o Chile partilham o sexto lugar, com quatro pontos, fora da zona de classificação.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página