loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Famalicão feliz derrota Santa Clara nos Açores em jogo equilibrado

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Famalicão derrotou hoje o Santa Clara por 2-1, graças a dois lances de bola parada, num jogo equilibrado da 14.ª jornada da I Liga de futebol, realizado na ilha de São Miguel, nos Açores.
Crónica: Famalicão feliz derrota Santa Clara nos Açores em jogo equilibrado

Os famalicenses adiantaram-se aos 52 minutos, através de Jhonata Robert, na conversão de uma grande penalidade, ainda permitiram que os açorianos empatassem através de um autogolo de Diogo Queirós, aos 70, mas voltaram à vantagem aos 83, por intermédio de Lukovic.

Com o triunfo, o Famalicão ganha um novo fôlego, uma vez que partiu para o encontro na zona de descida do campeonato e saiu dos Açores em 11.º lugar. Já o Santa Clara, cai de sétimo lugar para oitavo.

Numa primeira parte sem grande história, foram escassas as oportunidades de golo. Ao longo do primeiro tempo, o Santa Clara assumiu a posse de bola e procurou explorar os flancos, enquanto se instalava no meio-campo contrário.

Por outro lado, o Famalicão procurou manter o bloco organizado e apostar nas saídas em contra-ataque. Contudo, com pouca definição no último passe, as duas equipas não conseguiram criar reais lances de perigo.

Com pouco critério ofensivo, o lance de maior perigo acabou por surgir através de um lance de bola parada, a favor da equipa da casa. Aos 40 minutos, Lincoln, através de um livre perto da grande área, rematou a rasar as redes adversárias.

O Famalicão chegou ao golo com poucos minutos corridos do segundo tempo. Falta de Fábio Cardoso sobre Ivan Jaime na área e o árbitro Fábio Melo apitou para a marca de grande penalidade. Encarregue da missão, Jhonata Robert não desperdiçou.

Em vantagem, o Famalicão procurou manter o bloco compacto e subiu a linha defensiva, de forma afastar o Santa Clara da sua baliza.

Para contornar as dificuldades em chegar à baliza contrária, Daniel Ramos fez entrar Cryzan, Costinha e Salomão, aos 64 minutos. Seis minutos depois, chegou o empate: cruzamento de Cryzan, finalização de Carlos Júnior, com a bola a bater em Diogo Queirós antes de entrar na baliza.

Nos minutos seguintes, o encontro, sempre muito faltoso, tornou-se numa grande batalha a meio-campo. Ambas as equipas lutavam pela posse de bola, numa disputa agressiva, que não chegava a entrar no último terço das respetivas balizas.

Com dificuldades em criar oportunidades de golo iria ser a bola parada a resolver o encontro. Aos 83 minutos, num livre a meio do meio-campo descaído para a esquerda, toda a gente esperava um cruzamento para a área, mas Lukovic decidiu encher o pé e rematar direto à baliza. A bola só parou no fundo das redes.

Um golaço do jogador do Famalicão, em que Marco não está completamente isento de culpas, e que acabou por dar a vitória à equipa de João Pedro Sousa.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página