loading

Nota: Caro visitante, o acesso à informação do nosso site é gratuita e de livre acesso. Tal só é possível exibindo anúncios a quem nos visita. Por favor, considere apoiar-nos, desativando o seu bloqueador de anúncios.

Covid-19

Crónica: Estoril Praia 'arruma' Marítimo no prolongamento e segue na Taça de Portugal

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Estoril Praia garantiu hoje a presença nas meias-finais da Taça de Portugal de futebol, ao vencer o Marítimo por 3-1, resultado alcançado no prolongamento, após resgatar o empate no último lance do tempo regulamentar.
Crónica: Estoril Praia 'arruma' Marítimo no prolongamento e segue na Taça de Portugal

Apesar de o Marítimo ter dominado todo o encontro, mercê do golo apontado por Joel Tagueu, aos 30 minutos, Gamboa reavivou as esperanças dos ‘canarinhos’, ao converter a grande penalidade assinalada em cima do último minuto de descontos. No tempo extra, Lazare Amani e Harramiz saltaram do banco para 'carimbar' a vitória do atual íder da II Liga.

O conjunto primodivisionário, que na ronda anterior tinha eliminado o Sporting (2-0), pautou o ritmo do jogo e foi a única equipa a protagonizar situações claras de golo ao longo do primeiro tempo, com destaque para lances protagonizados por Rúben Macedo e Alipour.

Apesar de os visitantes causarem alguns 'calafrios' através de contra-ataques, o guarda-redes Caio Secco não foi chamado a intervir, com a construção ofensiva dos forasteiros a esbarrar na defesa maritimista.

Após várias tentativas, o golo surgiu aos 30 minutos. Correa ganhou terreno e entregou a bola em Fábio China, que, na ala esquerda, cruzou para a cabeça de Joel Tagueu, que não teve dificuldades em inaugurar o marcador.

O Estoril, que defrontava a terceira equipa do principal escalão na prova, depois de afastar Rio Ave e Boavista, efetuou o primeiro remate de perigo à passagem do minuto 39, com Vidigal a arriscar do meio da rua, mas a bola a saiu muito acima da baliza de Caio Secco.

Apesar da vantagem, o Marítimo ainda tentou ampliar a vantagem e ganhar mais tranquilidade, mas sem resultados, tendo o 'balde de água fria' surgido já nos descontos, numa grande penalidade assinalada por mão de Kerkez. João Gamboa, ex-Marítimo, não hesitou e assegurou o prolongamento, aos 90+10.

No arranque do prolongamento, nova grande penalidade assinalada a favor dos estorilistas, por falta de Caio Secco sobre Harramiz. Gamboa assumiu a responsabilidade na marca dos 11 metros, mas desta feita atirou ao lado, para euforia da equipa da casa.

Se, no lance anterior, desperdiçaram uma grande penalidade, aos 97, os ‘canarinhos’ colocaram-se pela primeira vez em vantagem no jogo, com golo de Lazare Amani. Marcelo Hermes ainda tentou sair a jogar, mas o esférico já tinha ultrapassado a linha de golo.

Com a expulsão de Cláudio Winck, por acumulação de amarelos, aos 102, o Estoril Praia ganhou espaço e subiu as linhas, com Harramiz a assinar o terceiro tento, aos 109, 'carimbando' a passagem para as meias-finais da Taça de Portugal, feito alcançado pela última vez na temporada 2016/17.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página