loading
LIVESTREAM

Covid-19: Angola com mais 92 casos, duas mortes e 90 recuperações

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Angola registou 92 novos casos de covid-19 e mais duas mortes, tendo considerado como recuperados 90 pacientes, nas últimas 24 horas, de acordo com o boletim epidemiológico das autoridades sanitárias.
Covid-19: Angola com mais 92 casos, duas mortes e 90 recuperações

As novas infeções foram diagnosticadas em Huambo (32), Luanda (22), Cabinda (14), Huila (07), Cuanza Sul (07), Bié (03), Bengo (02), Moxico (02), Zaire (02) e Lunda Norte (01), sendo 53 casos do sexo masculino e 39 do sexo feminino, com idades entre os 2 meses e os 86 anos.

Neste período foram notificados mais dois óbitos, ambos na província da Huila, e 90 doentes considerados recuperados, com idades entre 1 e 82 anos.

Os laboratórios processaram 2.370 amostras, num cumulativo de 357.246, com uma taxa de positividade de 5,5%.

Com os novos dados, Angola contabiliza agora 19.672 casos desde o início da pandemia, dos quais 464 óbitos, 17.692 dados como recuperados e 1.516 ativos.

Entre os 1.516 casos ativos, 190 estão internados, incluindo três em estado crítico e 19 em estado grave.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 2.176.000 mortos resultantes de mais de 100 milhões de casos de infeção em todo o mundo, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Segundo os dados mais recentes do Centro de Controlo e Prevenção de Doenças da União Africana (África CDC), o número de infetados neste continente desde o início da pandemia é de 3.494.117 e o de mortes 87.937.

O primeiro caso de covid-19 em África surgiu no Egito, em 14 de fevereiro, e a Nigéria foi o primeiro país da África subsaariana a registar casos de infeção, em 28 de fevereiro.

A covid-19 é uma doença respiratória causada por um coronavírus detetado no final de dezembro de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página