LC: FC Porto somou primeira vitória face à Juventus, ao sexto jogo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O FC Porto conquistou hoje a primeira vitória nas taças europeias de futebol face à Juventus, ao bater em casa a ‘vecchia signora’ por 2-1, depois de um empate e quatro derrotas.
LC: FC Porto somou primeira vitória face à Juventus, ao sexto jogo

Em encontro da primeira mão dos oitavos de final da Liga dos Campeões em futebol, golo de Taremi (dois minutos) e Marega (46) valeram aos ‘dragões’ o triunfo, perante um conjunto italiano que reduziu por Federico Chiesa (82).

O anterior capítulo desta história, que começou com uma final da Taça das Taças perdida, os ‘dragões’ comprometeram desde logo o apuramento para os ‘quartos’, ao perderem em casa por 2-0, numa eliminatória pautada pelas expulsões nos portistas.

Em 22 de fevereiro de 2017, no Estádio do Dragão, o FC Porto começou a comprometer quaisquer hipóteses de se qualificar muito cedo, com a expulsão do lateral esquerdo brasileiro Alex Teles, aos 27 minutos, por acumulação de amarelos.

Com 10 unidades, os ‘dragões’ ainda resistiram até à entrada dos 20 minutos finais, mas, então, os suplentes Pjaca e Dani Alves deram o triunfo à ‘Juve’, por 2-0. O croata entrou aos 67 e marcou aos 72 e o brasileiro foi lançado aos 73 e faturou aos 74.

A eliminatória ficou quase sentenciada e, se duvidas houvesse, elas ficaram dissipadas aos 42 minutos do jogo de Turim, em 14 de março, quando o lateral direito portista Maxi Pereira foi expulso, com vermelho direto.

O uruguaio impediu com a mão um golo do argentino Gonzalo Higuaín e ‘ofereceu’ aos italianos uma grande penalidade, que o também ‘albi celeste’ Paulo Dybala, hoje suplente não utilizado, aproveitou, batendo o espanhol Iker Casillas.

Com menos um os restantes 48 minutos, para um total de 100 na eliminatória, o FC Porto não pôde sequer tentar discutir o acesso aos quartos de final. Os italianos só ‘tombaram’ na final, perante o Real Madrid (4-1) e dois golos de Cristiano Ronaldo.

Foi o terceiro ‘duelo’ entre os dois conjuntos, que se encontraram pela primeira vez há quase quatro décadas, mais precisamente em 1983/84, no jogo decisivo da Taça das Taças, no que foi a primeira grande final da história do FC Porto.

Em Basileia, na Suíça, em 16 de maio de 1984, os ‘dragões’ deram grande luta, mas acabaram derrotados por 2-1 pela ‘vecchia signora’, que tinha uma equipa de grande categoria, liderada por Giovanni Trapattoni – viria a fazer do Benfica campeão português em 2004/05, para acabar com uma ‘seca’ que durava desde 1993/94.

Os italianos marcaram primeiro, aos 12 minutos, por Vignola, os portistas empataram aos 29, por António Sousa, mas, ainda antes do intervalo, aos 41, o polaco Zbigniew Boniek fez o 2-1, que já não se alteraria até ao final do jogo.

Pela formação comandada por José Morais, no banco devido a doença de José Maria Pedroto, foram titulares Zé Beto, João Pinto, Lima Pereira, Eurico, Eduardo Luís, Jaime Pacheco, Sousa, Frasco, Jaime Magalhães, Vermelhinho e Fernando Gomes.

Na Juventus, e além de Boniek, pontificavam o francês Michel Platini e Paolo Rossi, Marco Tardelli, Gaetano Scirea, Antonio Cabrini e Cláudio Gentile, todos titulares da seleção italiana na final do Mundial de 1982, no 3-1 à RFA, no Bernabéu.

Depois desse desaire, o FC Porto só voltou a reencontrar a Juventus quase duas décadas depois, na primeira fase de grupos da edição 2001/2002 da Liga dos Campeões.

Em 10 de outubro de 2001, os comandados de Octávio Machado foram perdulários e não conseguiram mais do que um ‘nulo’ caseiro, para, em Turim, 13 dias depois, perderem por 3-1, num jogo em que até marcaram primeiro, aos 13 minutos, pelo brasileiro Clayton.

Os italianos não se ‘assustaram’, porém, com a desvantagem e deram a volta ao encontro com tentos de Alessandro Del Piero, aos 31 minutos, do central uruguaio Paolo Montero, aos 47, e do avançado francês David Trezeguet, aos 73.

Apesar de só ter somado um ponto face à ‘Juve’, o FC Porto seguiria para a segunda fase de grupos – instituída em 1999/2000 e que só durou até 2002/2003.

O FC Porto e a Juventus voltam a encontrar-se em 09 de março, em Turim, onde os campeões lusos chegam com uma vantagem tangencial sobre os eneacampeões transalpinos,

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página