loading
LIVESTREAM

Vasco Seabra: «Sentimos que a equipa produziu para o que pretendíamos»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações de Vasco Seabra, treinador do Moreirense, após o empate frente ao Belenenses SAD (2-2), em jogo da 21.ª jornada da I Liga de futebol, disputado hoje no Estádio Comendador Joaquim de Almeida Freitas, em Moreira de Cónegos.
Vasco Seabra: «Sentimos que a equipa produziu para o que pretendíamos»

“Penso que fizemos uma bela primeira parte. Tivemos o lance do canto sofrido, em que temos de ser mais fortes. De qualquer forma, conseguimos controlar as saídas do Belenenses SAD, pressionar e ter critério com bola.

Penetrámos numa defesa à qual é difícil fazer golos. Marcámos por duas vezes e tivemos condições para nos aproximarmos sempre do último terço. Na segunda parte, toda a nossa vontade de ganhar trouxe-nos um pouco mais para querer agarrar o resultado.

Isso retirou-nos capacidade para ter bola, apesar de estarmos com entrega, atitude e vontade de correr, sermos agressivos e pressionantes. Faltou-nos critério para conseguirmos sermos mais ferozes no último terço e isso fez-nos voltar para trás.

Mais do que vencer em casa, o importante é vencer. Temos conquistado pontos. Infelizmente, no último jogo perdemos. Queríamos muito virar já com os três pontos em casa para retirar essa carga. Sentimos que a equipa produziu para o que pretendíamos.

A primeira parte é a imagem clara daquilo que queremos fazer. Há que dar continuidade por mais tempo e fazer durá-la 90 minutos em termos de controlo emocional. Queremos vencer em casa mais vezes para que os resultados obtidos fora valham ainda mais.

Vamos corrigindo todas as situações que acontecem. Sinto que nunca é por falta de atitude e entrega por parte dos jogadores. A verdade é que são momentos em que temos de estar ligados e concentrados, mas a equipa dá sempre tudo e quer sempre mais.

Todos aqueles momentos em que não conseguimos ser tão fortes e capazes ao longo do nosso processo têm exigido correção da nossa parte, no sentido de que possamos cometer menos erros e estar naturalmente mais fortes e consistentes”.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página