ESC ONLINE

Andebol: FC Porto e Elverum fazem homenagem a Quintana no jogo da 'Champions'

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Os jogadores do FC Porto e do Elverum homenagearam no jogo de hoje da Liga dos Campeões de andebol o guarda-redes Alfredo Quintana, que morreu após ter sofrido uma paragem cardiorrespiratória num treino.
Andebol: FC Porto e Elverum fazem homenagem a Quintana no jogo da 'Champions'

O Elverum fez o seu aquecimento para o encontro envergando uma camisola branca com o nome e o número do malogrado atleta antes do jogo.

No FC Porto, os jogadores alinharam com uma camisola com a fotografia do guarda-redes na frente do equipamento e o nome de Quintana nas costas.

A equipa portista exibiu ainda uma faixa em memória de Quintana, que foi, ainda, recordado através da instalação sonora do recinto, como "o eterno número um" do FC Porto.

Ainda antes do jogo começar foi cumprido um emotivo minuto de silêncio, com as duas equipas e a de arbitragem alinhadas na zona central do campo.

Foram ainda exibidos nos ecrãs do pavilhão, sem público devido à pandemia de covid-19, breves excertos de atuações memoráveis de Alfredo Quintana na baliza portista. O presidente do FC Porto, Pinto da Costa, está presente no jogo com o Elverum, o primeiro dos ‘dragões’ após a morte do guarda-redes.

Alfredo Quintana morreu na sexta-feira, aos 32 anos, após sofrer uma paragem cardiorrespiratória durante o treino dos ‘azuis e brancos', ao serviço dos quais conquistou seis campeonatos, uma Taça e duas supertaças.

Nascido em Havana (Cuba), o guarda-redes, de 2,01 metros, ingressou no FC Porto em 2010, naturalizou-se português e tornou-se internacional em 2014, tornando-se numa referência da equipa das ‘quinas', que representou em 67 jogos, tendo feito parte das seleções que conquistaram o sexto lugar no Europeu de 2020 e o 10.º no Mundial 2021, as melhores classificações lusas de sempre.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página