Andebol: Guarda-redes Márton Székely reforça equipa do FC Porto

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O guarda-redes húngaro Márton Székely reforçou a equipa de andebol do FC Porto, assinando um contrato de quatro meses, anunciou hoje o clube portuense, uma semana após a morte do internacional português Alfredo Quintana, aos 32 anos.
Andebol: Guarda-redes Márton Székely reforça equipa do FC Porto

Székely, de 31 anos, tem 1,94 metros e deixou o Veszprém para ingressar no clube 'azul e branco', que ficou "desfalcado pela trágica perda" do guardião luso-cubano, vítima de uma paragem cardiorrespiratória, sofrida durante um treino.

“Internacional pela Hungria em 53 ocasiões, seleção para a qual acaba de ser novamente convocado, Márton Székely chega à Invicta para completar o leque de guarda-redes que foi desfalcado pela trágica perda de Alfredo Quintana”, informou o FC Porto, no sítio oficial na Internet.

Os ‘dragões’ agradecem “encarecidamente” ao clube húngaro e aos seus dirigentes “pela compreensão e solidariedade demonstradas nos últimos dias”, enaltecendo a “enorme cultura desportiva e uma ainda maior dimensão humana ao longo dos contactos entre as partes”.

Székely vai lutar por um lugar na baliza ‘azul e branca’ com o macedónio Nikola Mitrevski e o português Diogo Rema.

Quintana morreu na sexta-feira passada, aos 32 anos, após sofrer uma paragem cardiorrespiratória durante o treino dos 'azuis e brancos', ao serviço dos quais conquistou seis campeonatos, uma Taça e duas supertaças.

O guarda-redes, que completava 33 anos em 20 de março, foi assistido de imediato, com apoio de uma viatura do Instituto Nacional de Emergência Médica (INEM), tendo sido transportado para o Hospital de São João depois de estabilizado.

Nascido em Havana (Cuba), o guarda-redes, de 2,01 metros, ingressou no FC Porto em 2010, naturalizou-se português e tornou-se internacional em 2014, tornando-se numa referência da equipa das ‘quinas’, que representou em 67 jogos, tendo feito parte das seleções que conquistaram o sexto lugar no Europeu de 2020 e o 10.º no Mundial 2021, as melhores classificações lusas de sempre.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página