ESC ONLINE

ll Liga: Golo do guarda-redes Ricardo ajuda Varzim a vencer Mafra

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Varzim venceu hoje o Mafra, por 2-0, em partida da 25.ª jornada da II Liga de futebol, que teve um invulgar golo apontado pelo guarda-redes dos poveiros Ricardo, num remate de baliza à baliza.
ll Liga: Golo do guarda-redes Ricardo ajuda Varzim a vencer Mafra

Já depois de Nélson Agra ter inaugurado o marcador, aos 37 minutos, o guardião varzinista assinou o segundo tento, aos 53, consolidando a vitória caseira dos nortenhos, que, desde a jornada inaugural do campeonato, não venciam no seu reduto.

Apesar do triunfo, os poveiros continuam nos lugares de descida de divisão, na penúltima posição, com 21 pontos, mas agora a um de poder sair da zona perigosa.

Já o Mafra continua num tranquilo nono lugar, com 33 pontos, embora mantendo uma série sem vitórias como visitante, que dura há oito jogos

Ainda assim, o conjunto da região de Lisboa até entrou melhor na partida, com um futebol mais articulado, explorando bem as alas, que não demorou a espelhar-se em situações de perigo.

Já depois do varzinista André Micael ter feito um corte decisivo a um remate de Lee em cima da linha de golo, foi Nuno Campos a desenhar a melhor oportunidade do Mafra, aos 32 minutos, com um 'tiro' que o guardião Ricardo respondeu com boa defesa.

O Varzim, mais recuado e com dificuldades a definir no último terço, revelou-se letal na única chance que dispôs, quando, aos 37 minutos, na sequência de um canto, Nélson Agra teve espaço para um desvio para o 1-0, resultado que prevaleceu até ao intervalo.

No regresso do descanso, o Mafra tentou repetir a pressão sobre o adversário para resgatar o empate, mas, aos 53 minutos, sofreu um segundo golo, de forma inusitada, através de um pontapé de baliza do guarda-redes local Ricardo.

O guardião dos poveiros repetiu um feito protagonizado há 15 anos, também ao serviço do Varzim, na altura num jogo com o Moreirense, protagonizando remate de baliza à baliza, com a bola a bater no chão e a sobrevoar o guarda-redes do Mafra Carlos Henriques.

Abalado pelo invulgar golo sofrido, os visitantes perderam a clarividência até então demonstrada, tentando responder, com pouco critério, perante um Varzim que passou a jogar em contra-ataque e até esteve perto de ampliar vantagem, que se manteve até ao final.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página