loading
LIVESTREAM

Óbito/Jorge Coelho: Sporting elogia «anos de dedicação e devoção ao clube»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Sporting manifestou hoje o seu «pesar» pela morte do ex-governante Jorge Coelho, «enaltecendo e agradecendo os anos de dedicação e devoção ao clube», do qual era sócio desde 1987.
Óbito/Jorge Coelho: Sporting elogia «anos de dedicação e devoção ao clube»

“O Sporting Clube de Portugal manifesta o seu pesar pela morte de Jorge Paulo Sacadura Almeida Coelho, que faleceu esta quarta-feira”, referem os ‘leões’ numa curta nota no seu site.

O clube verde e branco enviou as suas “mais sentidas condolências” aos “familiares e amigos” do seu sócio n.º 9.969-0.

Jorge Coelho, ministro dos governos liderados por António Guterres entre 1995 e 2002, morreu hoje, segundo fonte do PS, vítima de paragem cardíaca fulminante.

Jorge Coelho foi ministro de três pastas: ministro Adjunto; ministro da Administração Interna; ministro da Presidência e do Equipamento Social.

A partir de 1992, com Guterres na liderança, Jorge Coelho foi secretário nacional para a organização, contribuindo para a vitória eleitoral dos socialistas nas legislativas outubro de 1995.

Nascido em 17 de julho de 1954, em Mangualde, distrito de Viseu, Jorge Coelho era empresário, mas continuou sempre a acompanhar a atividade política, como comentador de programas como a Quadratura do Círculo, na SIC Notícias e TSF, mas também como cidadão.

Jorge Coelho marcou a atividade política ao demitir-se do cargo de ministro do Equipamento do executivo de António Guterres após a queda da ponte de Entre-os-Rios em 04 de março de 2001, alegando que "a culpa não pode morrer solteira".

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página