ESC ONLINE

Síntese: FC Porto despede-se com ‘obra-prima’ de Taremi, PSG consumou vingança

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O FC Porto foi hoje incapaz de alterar o rumo da eliminatória com o Chelsea e viu os ingleses seguirem para as ‘meias’ da Liga dos Campeões de futebol, tal como o Paris Saint-Germain, que suplantou o Bayern.
Síntese: FC Porto despede-se com ‘obra-prima’ de Taremi, PSG consumou vingança

Em Sevilha, no mesmo palco em que perderam por 2-0 na primeira mão dos quartos de final, os ‘dragões’ venceram por 1-0, graças a uma ‘bicicleta’ de Medhi Taremi em tempo de compensação, só que a ‘obra-prima’ do avançado iraniano chegou ‘tarde’ e de nada valeu aos ‘azuis e brancos’.

Os campeões nacionais voltam a sair da ‘cena’ europeia perante um conjunto inglês, tal como tinha sucedido nas duas anteriores presenças na prova, em 2017/18 e 2018/19, quando caíram aos ‘pés’ do Liverpool, que acabaria por erguer o troféu da ‘Champions’ na segunda dessas temporadas.

O Chelsea consegue, assim, alcançar as meias-finais pela oitava vez no seu historial, todas neste século, sendo que a última vez tinha sido em 2013/14, então sob o comando do português José Mourinho.

Na próxima fase, a formação londrina vai defrontar Real Madrid ou Liverpool, que jogam o segundo duelo dos ‘quartos’ na quarta-feira, com vantagem para os espanhóis, que na semana passada venceram por 3-1 em casa.

Ao mesmo tempo que o Chelsea ‘carimbava’ a passagem, também o Paris Saint-Germain seguia o mesmo caminho, eliminando o detentor do troféu, Bayern de Munique, apesar da derrota averbada em casa, por 1-0.

Sem o goleador Robert Lewandowski pelo quarto jogo seguido, devido a lesão, foi o substituto do polaco, Maxim Choupo-Moting, a assinar, ainda na primeira parte, o tento dos germânicos em Paris e a relançar a eliminatória, depois do triunfo dos franceses em Munique, por 3-2.

Contudo, os parisienses, que contaram com o internacional português Danilo Pereira no centro da defesa, conseguiram segurar o resultado e apuraram-se, pela terceira vez (a segunda seguida), para as meias-finais, ‘vingando’ igualmente a final da temporada transata, em Lisboa, quando foram derrotados pelos bávaros, por 1-0.

O PSG fica agora à espera do desfecho da eliminatória entre Manchester City e Borussia Dortmund para saber com quem vai travar duelo nas ‘meias’, sendo que os ‘citizens’ vão à Alemanha, na quarta-feira, com uma vantagem de 2-1 adquirida na primeira mão.

Siga-nos no Facebook e no Twitter.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página