Covid-19: Taxas de infeção continuam a cair no Reino Unido

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

As taxas de infeções com covid-19 continuam a cair no Reino Unido, tendo sido registados 2.678 novos casos e 40 mortes nas últimas 24 horas, de acordo com dados divulgados hoje.
Covid-19: Taxas de infeção continuam a cair no Reino Unido

Os números mais recentes do Instituto de Estatísticas britânico (ONS) indicam que as taxas de infeção desceram em Inglaterra, Irlanda do Norte e Escócia, mas aumentaram ligeiramente no País de Gales.

A técnica superior de estatística do ONS Sarah Crofts disse que as tendências são "encorajadoras em grande parte do Reino Unido”.

Um outro estudo, realizado em conjunto com a Universidade de Oxford com base em dados provisórios, sugere que as vacinas contra a covid-19, seja da Pfizer ou da AstraZeneca, reduzem o risco de contágio em 65%.

Tendo em conta que o novo coronavírus está a circular em níveis baixos, a professora de Estatística Médica e Epidemiologia, Sarah Walker, considera que o​​ Reino Unido "passou de uma situação de pandemia para uma situação endémica", disse ao jornal Daily Telegraph.

Na quinta-feira, o Reino Unido tinha registado 18 mortes e 2.729 novos casos e nos últimos sete dias, entre 17 e 23 de abril, a média diária foi de 23 mortes e 2.483 casos.

O total oficial desde o início da pandemia no Reino Unido passou para 127.385 óbitos confirmados em 4.401.109 casos.

No total, 33.388.637 pessoas foram até agora imunizadas com uma primeira dose, das quais 11.623.671 já receberam uma segunda dose, administrada com um intervalo de entre três e 12 semanas.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.073.969 mortos no mundo, resultantes de mais de 144,6 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.957 pessoas dos 833.397 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página