Covid-19: Governo timorense aprova novos horários para fronteiras terrestres

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Governo timorense fixou novos horários para a abertura das fronteiras terrestres do país, com um dia para entradas e outro para saídas, com exigência de autorização prévia, indicou um novo regulamento hoje publicado.
Covid-19: Governo timorense aprova novos horários para fronteiras terrestres

As limitações, aplicadas devido à covid-19, implicam que até 01 de junho, data em que termina o atual período do estado de emergência, as fronteiras abrem à segunda-feira, das 09:00 às 13:00 para a saída de mercadoria e pessoas.

À quarta-feira, no mesmo horário, a fronteira abre para a entrada de mercadorias e pessoas, de acordo com o despacho assinado pelo primeiro-ministro e ministro do Interior, Taur Matan Ruak, e publicado no Jornal da República.

“Durante o período de funcionamento dos postos de fronteiras terrestres, apenas se autoriza o processamento dos pedidos de circulação de mercadorias para efeitos de entrada das mesmas em território nacional”, refere o texto.

“A entrada de pessoas em território nacional fica dependente da apresentação de documento comprovativo da autorização” necessária que tem que ser emitida pelo diretor do Centro Integrado de Gestão de Crise (CIGC).

Os pedidos de autorização de entrada de pessoas em território nacional são apresentados nas instalações do Centro Integrado de Gestão de Crises, através de representante, ou através de envio do pedido para o email [email protected]

Recentemente, o Governo timorense alterou as medidas aplicadas durante o estado de emergência e desde hoje é exigida autorização prévia para a entrada de qualquer pessoa no país, por via terrestre ou aérea.

Num outro despacho, Taur Matan Ruak delega no diretor do CIGC a competência para autorizar essas entradas.

No caso das fronteiras terrestres, as restrições devem-se ao elevado “risco de importação do [novo coronavírus] SARS-CoV-2 para Timor-Leste, através de trânsito internacional por via terrestre” dado o número de casos ativos na metade indonésia da ilha, refere o documento.

O Governo destaca ainda outras medidas preventivas para controlo da covid-19 no país e as limitações do sistema de saúde timorense e do espaço para quarentena.

Timor-Leste vive atualmente o pior momento da pandemia com números máximos de casos ativos e de hospitalizações, várias cercas sanitárias e Díli sob confinamento obrigatório.

A pandemia de covid-19 provocou, pelo menos, 3.230.058 mortos no mundo, resultantes de mais de 154,2 milhões de casos de infeção, segundo um balanço feito pela agência francesa AFP.

Em Portugal, morreram 16.983 pessoas dos 838.102 casos de infeção confirmados, de acordo com o boletim mais recente da Direção-Geral da Saúde.

A doença é transmitida por um novo coronavírus detetado no final de 2019, em Wuhan, uma cidade do centro da China.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página