Crónica: Barcelona arrasa Chelsea e soma primeiro título europeu feminino

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Barcelona sagrou-se hoje campeão europeu feminino de futebol pela primeira vez na história, ao golear o Chelsea por 4-0, com quatro golos na primeira parte, na final da ‘Champions’, em Gotemburgo, na Suécia.
Crónica: Barcelona arrasa Chelsea e soma primeiro título europeu feminino

As catalãs, que disputavam a segunda final, depois do desaire frente ao Lyon por 4-1, em 2018/19, dominaram por completo, face a um conjunto inglês, em estreia numa decisão, que quando percebeu que o jogo tinha começado, já o tinha perdido.

O conjunto de Lluis Cortés foi feliz na forma como chegou à vantagem logo aos 35 segundos, num autogolo de Melanie Leupolz, mas, antes disso, já tinha sido infeliz, num grande remate da holandesa Lieke Mertens devolvido pela barra.

Depois, a pressão alta do FC Barcelona ‘asfixiou’ o Chelsea e a eficácia superou a falta dela, com Alexia Putellas, aos 14 minutos, de grande penalidade, Aitana Bonmati, aos 21, e Caroline Graham Hansen, aos 36, a sentenciarem.

A segunda metade não foi mais do que a equipa catalã a controlar os acontecimentos e o tempo, rumo ao primeiro cetro europeu do futebol espanhol e a tornar o clube ‘culé’ o primeiro a juntar o título feminino ao masculino.

A formação catalã entrou no jogo a ‘todo o gás’ e adiantou-se no primeiro minuto, fruto de uma infelicidade de Leupolz, que viu a bola bater-lhe, depois de um alívio defeituoso da companheira de equipa Kirby, e trair Berger, após 35 segundos, mas já depois de, aos 23, Mertens rematar com ‘violência’ à barra.

O Chelsea respondeu de imediato e Harder teve duas excelentes oportunidades para empatar, aos três e nove minutos, mas, pelo meio, o ‘Barça’ também ameaçou o segundo, por intermédio de Hermoso e Bonmati, ambas aos quatro minutos.

Aos 14 minutos, num início frenético, as campeãs espanholas chegaram ao segundo golo, num erro da infeliz Leupolz, que carregou na área Hermoso, dando origem a um penálti, transformado com classe por Alexia Putellas, para a direita de Berger.

O FC Barcelona ficou ainda mais por cima no encontro e não demorou a chegar ao terceiro golo, aos 21 minutos, numa jogada entre Mertens, Hermoso, Alexia e Bonmati, que ganhou um ressalto e, na ‘cara’ da guarda-redes inglesa, atirou de forma certeira.

As inglesas voltaram a ter uma ocasião aos 34 minutos, por Ji, mas foi novamente o conjunto catalão a faturar, aos 36, numa espetacular jogada na esquerda por Mertens, concluída com uma assistência para Graham Hansen encostar.

Com a final praticamente resolvida, o Chelsea ainda fez dois remates com algum perigo no final da primeira parte, por Harder e Ji, e entrou na segunda também determinado a marcar, mas o FC Barcelona foi controlando por completo os acontecimentos.

A tendência acentuou-se com o passar dos minutos, e o aproximar do fim, com as catalãs completamente ‘donas’ do encontro, a limitarem-se a fazer passar o tempo, muitas vezes em posse de bola, mais do que a correr atrás dela.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página