Júlio Velázquez: «É um resultado pesado, mas não vai manchar todo o bom trabalho»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações de Júlio Velázquez após o jogo entre Sporting e Marítimo, da da 34.ª e última jornada da I Liga portuguesa de futebol, disputado na quarta-feira, em Lisboa, e que terminou com a vitória dos 'leões', por 5-1.
Júlio Velázquez: «É um resultado pesado, mas não vai manchar todo o bom trabalho»

“Temos de dar mérito ao que fizemos. Pegámos na equipa na última posição e garantimos a permanência. Em relação ao jogo perdemos mais por mérito do adversário. O Sporting adiantou-se no marcador demasiado cedo e rapidamente ampliaram a vantagem. Se, numa dinâmica normal, já seria difícil, assim foi pior.

Não foi um bom jogo, por demérito nosso e por mérito do adversário. Isto pode acontecer. Viemos de um período com uma tensão terrível. Muitos jogos seguidos. Os jogadores fizeram um trabalho excecional.

Há que dar muito valor a esta equipa. É um resultado pesado, mas não vai manchar todo o bom trabalho da equipa.

Vamos agora descansar e preparar próxima época para fazer bem as coisas desde o início. Tenho contrato com o Marítimo. Vou continuar. Estou feliz com os jogadores, com os adeptos, com os trabalhadores, com a direção, com o presidente. Há um grande respeito e uma empatia. É um orgulho treinar o Marítimo.

Não vamos esquecer onde estava a equipa há 12 jogos e o que custou esta luta muito dura. Vamos tentar evoluir e crescer em todos os aspetos. É minha intensão continuar no Marítimo.

Hoje não estivemos bem. Isso é certo. Não adianta dizer que o céu é vermelho. Os que jogaram de verde e branco não jogam mal. Foram campeões e em Alvalade não ganhou ninguém ao Sporting. Há que valorizar e dar mérito ao Sporting. Não foi descompressão nossa. Não estivemos bem”.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página