Presidente Rui Cordeiro acusa ex-acionistas da SAD de «traírem o Santa Clara»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O presidente do Santa Clara, Rui Cordeiro, acusou hoje de traição um grupo de ex-acionistas da SAD, após estes terem vendido as suas participações ao empresário Ismail Uzun, que passa a deter 7,2% do capital social.
Presidente Rui Cordeiro acusa ex-acionistas da SAD de «traírem o Santa Clara»

Em conferência de imprensa realizada em Ponta Delgada, Rui Cordeiro esclareceu que, atualmente, a SAD do Santa Clara é detida em 47,6% pela empresa Azul Internacional, do singapuriano Glen Lau, e em 7,2% pelo empresário turco Ismail Uzun.

O Santa Clara detém 41% e Carlos Sebastião 2%, sendo estes os “únicos acionistas de base regional” da SAD do Santa Clara, segundo Rui Cordeiro.

Segundo Rui Cordeiro, a entrada de Ismail Uzun na SAD aconteceu a 03 de maio, depois de um grupo de quatro acionistas, críticos da gestão da atual direção do clube, terem vendido as suas ações, que totalizavam 7,2% do capital social.

O presidente do Santa Clara acusou Miguel Simas, o seu opositor nas eleições internas de maio, de estar por trás da operação.

“Os senhores acionistas, barrigas de aluguer do senhor Miguel Medeiros Simas, traíram o Santa Clara, ao venderem as suas ações ao senhor Ismail Uzun”, criticou.

E reforçou: “O Santa Clara tentou adquirir estas ações, podendo ter neste momento 48,2% e ser o seu maior acionista. Venderam-se ao dinheiro, não ao amor a este clube. Ficarão para sempre inscritos numa das páginas mais negras do universo santaclarense”.

Rui Cordeiro salientou que os adeptos “jamais” irão esquecer a “traição” do grupo de acionistas e assumiu que o clube fica agora numa “situação difícil” na SAD.

“Este verdadeiro ato de egoísmo colocou neste momento o CD Santa Clara numa situação difícil e desafiante, de encontrar o seu lugar na SAD detida, na sua maioria, por capital estrangeiro”, declarou.

Rui Cordeiro revelou ainda que estão a decorrer “negociações avançadas” entre o maior acionista da SAD, Glen Lau, e um investidor dos Emirados Árabes Unidos, “com larga experiência no mundo do futebol”, para a “compra da sua participação maioritária”.

Segundo disse Rui Cordeiro, esse investidor terá o treinador de futebol Avram Grant como um “dos parceiros”.

Segundo o jornal Açoriano Oriental, o acionista Ismail Uzun está a tentar que seja discutida a destituição de Rui Cordeiro da presidência da SAD, na próxima Assembleia Geral de acionistas, marcada para 02 de julho.

Questionado sobre o possível afastamento, o líder do clube açoriano disse que “não acha que possa vir a acontecer” e afirmou que irá ter uma “postura de diálogo e concertação” com todos os acionistas.

“A última coisa que queremos, e acredito que os investidores também, é uma guerra civil entre e o clube e a SAD. Isso é totalmente desnecessário”, realçou.

O presidente do clube prometeu manter a “mesma postura abnegada” para defender os “superiores interesses” do Santa Clara.

“Enquanto aqui estiver, procurarei manter a relação de equilíbrio entre o Santa Clara e a sua SAD. E é isso que iremos fazer, independentemente de, nesta altura, nos sentirmos traídos pelos ex-pequenos acionistas”, concluiu.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página