Síntese: 'Tudo azul' para a já apurada Itália, Gales no bom caminho

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

A Itália, de regresso à emblemática camisola azul no equipamento, impressiona no Euro2020 de futebol, tornando-se, com mérito, a primeira equipa a atingir os oitavos de final da competição, com o País de Gales também muito bem encaminhado.
Síntese: 'Tudo azul' para a já apurada Itália, Gales no bom caminho

As principais decisões do grupo A ficam praticamente definidas, na segunda jornada, com os italianos a ganhar em Roma aos suíços por 3-0, enquanto os galeses, galvanizados pela prestação de Gareth Bale, bateram os turcos também por 2-0, em Baku.

No grupo B, disputou-se somente um jogo, a vitória da Rússia em São Petersburgo sobre a Finlândia, por 1-0, mas foi o 'suficiente' para baralhar as contas do apuramento, atendendo a que ambas as seleções ficam com três pontos, tantos quantos tem a Bélgica, que quinta-feira defronta a Dinamarca, em Copenhaga.

A Itália chega aos seis pontos e não desce do segundo lugar, já que na tabela se seguem País de Gales, com quatro pontos, Suíça, com um, e Turquia, sem pontos.

A seleção italiana tem mostrado o melhor futebol deste Euro, até ao momento, hoje pontuado com um ‘bis’ de Manuel Locatelli (26 e 52) e mais um golo de Ciro Immobile (89). Podia ter sido mais ampla a vitória, houve ocasiões para isso, incluindo um golo anulado a Chielini, antes do jogador se lesionar.

Seja a jogar de branco, como aconteceu no jogo de abertura, ou com o equipamento habitual, a 'squadra azzurra' de Roberto Mancini difere do padrão tradicional e impressiona pelo poder ofensivo, com seis golos marcados e nenhum sofrido neste torneio.

Semifinalistas há cinco anos, afastados por Portugal, os 'dragões vermelhos' do País de Gales estão galvanizados para mais uma campanha de qualidade e, depois deste resultado, garantem o apuramento com um empate no próximo jogo. Mesmo em caso de derrota com a Itália, podem passar em segundo lugar, dependendo do desfecho do Turquia-Suíça, ou lutar por um dos melhores quatro terceiros classificados.

Um passe 'teleguiado' para Aaron Ramsey (42) e outra assistência no golo de Connor Roberts (90+5) fazem de Gareth Bale o homem do jogo, mesmo tendo em conta que o número '11' galês desperdiçou uma grande penalidade, assinalada pelo árbitro português Artur Soares Dias.

Os turcos tiveram o apoio generalizado do público em Baku, mas tal foi decididamente insuficiente para inverter a tendência de jogo, quase sempre a pender para o futebol mais criativo dos britânicos. Sem pontos e com um saldo de golos de -5, só um 'milagre' salvará os turcos.

Para o grupo B, em que a Bélgica continua a ser mais que favorita, ficou intensa a luta pelo segundo lugar, já que depois do resultado de hoje em São Petersburgo ficam empatados com três pontos Rússia, Finlândia e Bélgica, que joga quinta-feira contra a Dinamarca.

O golo de Aleksei Miranchuk, nos descontos da primeira parte, faz com que os russos reentrem 'na corrida', que até pode ser a quatro, se a Dinamarca ganhar quinta-feira num jogo em que os nórdicos pretendem homenagear Christian Eriksen, com um minuto de palmas.

Eriksen sofreu uma paragem cardíaca em campo, contra a Finlândia, e teve de ser reanimado. Estará no hospital, a menos de um quilómetro de distância, a ouvir a ovação e à espera de uma 'grande tarde' dos seus companheiros de seleção.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página