Europeu-2020: Pepe e Moutinho unem-se a Buffon no pódio com 17.º jogo em Europeus

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Os internacionais lusos Pepe e João Moutinho juntaram-se hoje ao lendário guarda-redes italiano Gianluigi Buffon no último lugar do pódio dos futebolistas com mais jogos em fases finais do Europeu, ao somarem o 17.º jogo face à Alemanha.
Europeu-2020: Pepe e Moutinho unem-se a Buffon no pódio com 17.º jogo em Europeus

Pepe, de 38 anos, foi titular no embate realizado no Allianz Arena, enquanto Moutinho, de 34, começou o encontro no banco, entrando aos 64 minutos, para o lugar de Bruno Fernandes, com Portugal já a perder por 4-1.

A formação das ‘quinas’ acabou por ceder por 4-2, apesar de Cristiano Ronaldo ter inaugurado o marcador, num jogo em que somou o 23.º jogo em fases finais do Europeu, cimentando a liderança neste ‘ranking’.

Os dois jogadores – que, ao contrário de Ronaldo, não estiveram no Euro2004, realizado em Portugal - estrearam-se numa fase final do Europeu em 2008 e, desde então, só falharam, cada qual, um encontro de Portugal.

O central do FC Porto não defrontou o País de Gales (2-0) nas meias-finais do Euro2016, devido a castigo, enquanto o médio do Wolverhampton, foi suplente no embate dos ‘oitavos’ da mesma competição, face à Croácia (1-0, após prolongamento).

Pepe e Moutinho somam, agora, 17 jogos, tendo deixado para trás o francês Lilian Thuram (1996 a 2008), o holandês Edwin van der sar (1996 a 2008) e os espanhóis Andrés Iniesta e Cesc Fàbregas (2008 a 2016).

No terceiro lugar, os dois veteranos lusos juntaram-se na lista a Gianluigi Buffon (2004 a 2016), colega de equipa de Ronaldo na Juventus, que não faz parte da ‘squadra azzurra’ desde 2018.

O alvo seguinte, que pode ser alcançado na quarta-feira, face à França, no regresso a Budapeste, é o retirado alemão Bastian Schweinsteiger, que disputou 18 jogos entre os Europeus de 2004 e 2016.

Depois, já não será possível subir mais, pois a liderança é do ‘omnipresente’ Cristiano Ronaldo, que começou em 2004 e, desde aí, só faltou a um mísero jogo da formação das ‘quinas’, face à Suíça (0-2), no terceiro jogo da fase de grupos do Euro2008, com Portugal já apurado para os ‘quartos’.

Ronaldo, único jogador da história que disputou jogos em cinco finais e líder isolado da lista dos marcadores, com 11 tentos, disputou seis jogos em 2004, três em 2008, cinco em 2012, sete em 2016 e, para já, dois em 2020.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página