Fernando Santos: «Não conseguimos conter as ações da Alemanha»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

Declarações de Fernando Santos, selecionador de Portugal, após o jogo Portugal-Alemanha (2-4), da segunda jornada do Grupo F do Europeu-2020 de futebol, disputado na Allianz Arena, em Munique.

“O grupo está completamente em aberto, até pelo resultado da França com a Hungria (1-1). É um grupo muito forte. A Alemanha não alterou nada na estratégia que tinha usado com a França, enquanto Portugal mudou a estratégia no bloco central. A responsabilidade é minha.

Na primeira fase do jogo, apesar do domínio da Alemanha, conseguimos controlar as ações deles. Depois, veio o período de paragem [para hidratação], a equipa acabou por baixar as linhas e sofreu um golo.

Na primeira parte, a equipa fez apenas duas faltas. Contra a Alemanha, com jogadores muito possantes, uma equipa que só faz duas faltas, vai ter muita dificuldade.

Na segunda parte, tentei modificar, emprestando mais força à equipa, com a saída do Bernardo e a entrada do Renato, mas acabámos por sofrer logo o terceiro golo. A partir daí, foi correr atrás do prejuízo, mas os jogadores tiveram sempre empenho e vontade. Começámos a ganhar mais bolas, a chegar mais perto. A Alemanha foi superior. Agora, vamos tentar ler o jogo com serenidade. O apuramento depende de nós.

Uma equipa que não consegue ter bola e, depois, não para o adversário longe da área, tem algumas dificuldades. A responsabilidade é minha, mas vou ter de conversar com os jogadores, para percebermos o que sucedeu.

O jogo com a França é diferente, é o último. Temos todas as condições para alcançar um resultado que nos faça seguir em frente e é isso que vamos fazer.

Não conseguimos conter as ações da Alemanha. Não é hora de falar de questões individuais. Enquanto equipa, vamos ter de pensar e olhar para a França, que joga de forma diferente, e alterar o que não esteve bem neste jogo.”

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página