loading

Jogo do Nacional com Estoril marca o regressa de público ao estádio

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O jogo entre o Nacional e o Estoril Praia, a contar para a primeira fase da Taça da Liga de futebol, marca hoje o regresso do público aos estádios na Madeira.
Jogo do Nacional com Estoril marca o regressa de público ao estádio

O entusiasmo não foi muito entre os adeptos do Nacional, com esta possibilidade de poder assistir ao vivo a uma partida de futebol profissional, o que já não acontecia, no todo nacional, salvo algumas exceções, desde março de 2020 devido à pandemia de covid-19, e são poucos os adeptos que marcam presença no estádio, talvez menos de uma centena.

Este regresso, autorizado pelas autoridades de saúde, foi efetuado com regras rígidas. Assim, todos os espetadores tiveram que adquirir bilhete e para o adquirir, tiveram que apresentar um teste rápido de antigénio à covid-19, feito nas 48 horas antes do jogo, com resultado negativo.

Obrigatório também é o uso de máscara e ocupar a cadeira que consta no bilhete, cumprindo os circuitos próprios de entrada e saída definidos, estando apenas autorizada 50% da capacidade de ocupação do estádio.

Ressalve-se que para este jogo, o Nacional abriu apenas a Bancada Poente.

Recorde-se que para os adeptos nacionalistas, a última partida que tinham tido oportunidade de assistir no Estádio da Madeira, foi no dia 08 de março de 2020, num jogo frente ao Benfica B.

Carlos Sousa, sócio do Nacional, afirmou estar “feliz com este regresso ao estádio para apoiar o clube”, mostrando-se compreensivo com as regras impostas, pois como disse “é para o bem de todos”.

Por seu turno, outro adepto inquirido, José Alberto Santos assegurou que “as saudades já eram muitas”, desejando “que o apoio dos adeptos, ajude o clube no regresso à I Liga”, desejo esse assumido pela direção e pelo treinador Costinha para esta temporada.

Para este adepto poderão ser encontradas algumas explicações para a pouca presença de público até ao momento. “Estar um dia bom para a praia, bem como o incómodo de ter de fazer o teste, que muitos só fazem por obrigação”, referiu em jeito de justificação.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página