Crónica: Famalicão avança na Taça da Liga com golo solitário de Bruno Rodrigues

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O Famalicão garantiu hoje a passagem à fase de grupos da Taça da Liga de futebol, depois vencer o Estoril-Praia por 1-0, num desafio entre dois conjuntos da I Liga decidido com um golo solitário de Bruno Rodrigues.
Crónica: Famalicão avança na Taça da Liga com golo solitário de Bruno Rodrigues

O avançado brasileiro, reforço dos minhotos para esta temporada, apontou o tento que desequilibrou o encontro logo aos nove minutos, numa vantagem que os ‘canarinhos’ ainda ameaçaram anular, mas viram-se condicionados com a expulsão de Crespo, no final da primeira parte.

Os cerca de mil adeptos famalicenses, que há mais de 500 dias não sentiam a emoção do jogo no estádio, viram a equipa entrar de forma consistente, e ainda antes dos 10 minutos festejaram efusivamente o golo de Bruno Rodrigues, num bom trabalho do atacante, que chegou dos brasileiros do São Paulo, sobre o guarda-redes contrário, na sequência de um canto.

O Estoril-Praia ainda tentou, pouco depois, responder à contrariedade, numa boa desmarcação de André Clóvis, finalizada com um remate ligeiramente ao lado, mas o maior perigo continuava a ser criado pelos minhotos.

Ofori, num par de ocasiões, esteve perto de ampliar a vantagem da equipa, primeiro com uma perdida incrível, quando estava isolado frente ao guardião adversário, e, depois, com um remate de longe, mas que saiu por cima.

Este desperdício dos locais quase teve 'castigo' já depois da meia hora, com os ‘canarinhos’ a ficarem a centímetro de resgatar o empate, através de duas iniciativas do inconformado André Clóvis.

No entanto, a tarefa de recuperação do conjunto lisboeta viria a complicar-se já perto do intervalo, quando Crespo viu dois cartões amarelos em menos de três minutos e recebeu ordem de expulsão, deixando a equipa debilitada para o segundo tempo.

Os nortenhos ainda tentaram explorar essa debilidade no reatamento, e Iván Jaime esteve perto do 2-0, num cabeceamento, mas, paulatinamente, o Estoril-Praia foi disfarçando a inferioridade numérica e ameaçando o empate, com ações de Chiquinho e do inevitável André Clóvis.

O Famalicão foi recuando, mas ainda rondou o golo da tranquilidade num remate de Pablo, mas, na parte final, teve de sofrer para estancar o 'tudo por tudo' dos visitantes’, que chegaram a criar alguns calafrios ao guardião Luiz Junior, mas não tiveram mira suficientemente afinada para evitar a eliminação.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página