loading

Síntese: Líder Benfica e Braga cumprem ‘obrigação’ e vencem Boavista e Tondela

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Após os primeiros jogos das competições nacionais e internacionais, quem está em melhor forma?

O líder Benfica e o Sporting de Braga cumpriram as respetivas ‘obrigações’ e vencerem sem brilhantismo na receção a Boavista e Tondela, ambos por 3-1, a fechar a sexta jornada da I Liga.
Síntese: Líder Benfica e Braga cumprem ‘obrigação’ e vencem Boavista e Tondela

Se o Benfica sentiu algumas dificuldades para ultrapassar o Boavista, já a equipa minhota esteve 81 minutos para fazer um golo, por Iúri Medeiros, que tinha entrado em campo a substituir Fábio Martins, aos 64, a desbloquear um jogo que o Tondela complicou e muito.

Por seu lado, o Benfica, com o avançado Darwin Núñez em destaque, ao marcar dois golos, recebeu e venceu o Boavista com segurança, mas sem grande requinte, recolocando em quatro pontos a vantagem na liderança sobre o FC Porto e o campeão Sporting.

O primeiro golo do jogo surgiu ao minuto 14, com Darwin a marcar após assistência de Yaremchuk. O Boavista empatou aos 32, por Sauer, mas logo de seguida, aos 34, o Benfica voltou à vantagem, com Weigl a ‘carimbar’ o 2-1.

Já na segunda parte, aos 61 minutos, Darwin bisou, repetindo a ‘façanha’ que tinha conseguido com o Santa Clara, na jornada anterior.

Com os dois golos que marcou hoje, Darwin Nuñez subiu ao segundo lugar da lista de melhores marcadores, com quatro golos, os mesmos do avançado espanhol do Gil Vicente, Fran Navarro, ambos com menos um do que o líder, Luis Díaz, do FC Porto, que marcou por cinco vezes na competição.

O Benfica volta a liderar o campeonato com quatro pontos de vantagem sobre FC Porto e Sporting, que no domingo venceram Moreirense e Estoril Praia, respetivamente, graças a seis vitórias em seis jogos, com um total de 18 pontos, enquanto o Estoril é quarto, com 13, e o Braga é quinto, com 11.

A atravessar uma fase negativa, como o comprovam os dois últimos ‘nulos’ para o campeonato, frente a Vitória de Guimarães, em casa, e Paços de Ferreira fora, além da derrota na passada quinta-feira em Belgrado, perante o Estrela Vermelha, para a Liga Europa, o Sporting de Braga sentiu mais dificuldades para vencer o Tondela do que o resultado deixa perceber.

Os três golos do Braga foram marcados nos últimos dez minutos, dois deles, aos 81 e 90 minutos, por um jogador que ‘saltou’ do banco aos 64, Iuri Medeiros, e outro por Ricardo Horta, aos 84, enquanto o único golo do Tondela também surgiu na fase final da partida, aos 86, pelo avançado Renat Dadashov, do Azerbaijão, lançado aos 79 a render Daniel dos Anjos.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página