loading

Benfica: Jorge Jesus afirma que Portimonense vai defender melhor do que o Barcelona

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O treinador do Benfica afirmou hoje que o Portimonense vai defender melhor no Estádio da Luz do que o Barcelona, advertindo para as dificuldades que espera do adversário de domingo.

No Seixal, o técnico admitiu que “teoricamente é mais fácil” preparar o jogo com os algarvios, da oitava jornada da I Liga de futebol, após uma vitória por 3-0 sobre os catalães, na Liga dos Campeões, mas destacou a qualidade defensiva da equipa de Paulo Sérgio.

Em termos ofensivos, da qualidade dos jogadores do Portimonense, não é igual. Mas também direi que a equipa do Portimonense vai defender muito melhor do que a do [FC] Barcelona defendeu. Disso não tenho dúvida nenhuma”, atirou Jorge Jesus, já perto do final da conferência de imprensa.

Antes disso, já o treinador dos ‘encarnados’ tinha lembrado que o Portimonense “tem tantos golos sofridos como o Benfica”, o que “é um sinal de que é uma equipa que defende bem” e que, por isso, “vai criar muitos problemas” pela “qualidade de organização defensiva”.

Por esse motivo, garantiu que “a partir do momento em que acabou o jogo da ‘Champions’” a sua equipa está “focada” no próximo adversário e procurou desmistificar a tão falada questão da “mudança de ‘chip’” após os jogos europeus.

Eles mudam o ‘chip’, a sua capacidade física e forma de pensar o jogo mais rápido é que não está lá. Isso baixa-lhes a intensidade do jogo e dá a sensação de que o jogador não está tão intenso porque não conseguiu mudar o ‘chip’”, explicou Jorge Jesus.

Nesse sentido, o técnico frisou que a falta de intensidade que se verifica, por vezes, após os jogos da Liga dos Campeões “não é porque não conseguiu mudar o chip”, antes sim devido ao maior impacto que esses encontros têm nos jogadores e não só.

É por causa de todos estes fatores, do desgaste emocional que os jogos de maior impacto, como é o caso da ‘Champions’, têm nos jogadores, nos treinadores e até nos adeptos. Os adeptos amanhã [domingo] vão para o jogo e não mudaram o ‘chip’. [Foi] 3-0 ao Barcelona, então ao Portimonense também tem de ser três ou quatro. E não vai ser, não é igual”, advertiu.

De resto, o foco de Jesus no encontro é de tal forma elevado que o técnico recusou, por esse motivo, comentar outros assuntos, tais como de Francisco Benítez, candidato à presidência do clube, que garantiu a continuidade do técnico caso vença as eleições, ou a afirmação de Ruben Amorim, na sexta-feira, que disse não ver os jogos do Benfica.

Ainda assim, e como a afirmação do técnico do rival estava relacionada com uma pergunta sobre João Mário, o treinador dos ‘encarnados’ voltou a elogiar o médio ex-Sporting, que “está habituado a ser campeão e teve a influência que teve no rival”, na época passada.

"Conheço-o bem porque já trabalhou comigo e achámos que seria o jogador ideal para aquela função. Entrou como uma luva no Benfica, adaptou-se bem. É um jogador que para além da sua qualidade técnica, tem uma cultura dentro do que é uma pessoa bem estruturada mentalmente e, portanto, as coisas têm sido fáceis para ele”, comentou.

O Benfica recebe o Portimonense no domingo, às 18:00, no Estádio da Luz, em partida da oitava jornada da I Liga portuguesa de futebol que terá arbitragem de Fábio Veríssimo, da associação de Leiria.

A equipa orientada por Jorge Jesus procura a oitava vitória consecutiva no campeonato, frente a um adversário que segue no sexto lugar da classificação e tem apenas quatro golos sofridos, tantos quanto o Benfica ou FC Porto.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página