loading

Itália: Federação investiga alegados insultos racistas ao jogador Koulibaly

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

A Federação Italiana de Futebol (FICG) anunciou hoje a abertura de um inquérito na sequência dos alegados insultos racistas proferidos contra o defesa senegalês Kalidou Koulibaly, companheiro do português Mário Rui no Nápoles, no jogo de domingo frente à Fiorentina.

Itália: Federação investiga alegados insultos racistas ao jogador Koulibaly

Em relação às expressões de teor racista proferidas pelos adeptos da Fiorentina contra o jogador do Nápoles Kalidou Koulibaly, foi aberta uma investigação depois de analisados os relatórios e as declarações do jogador”, indica a FICG, em comunicado.

O organismo refere ainda que entrará em contacto com as autoridades policiais de Florença, cidade onde no domingo o Nápoles, líder da liga italiana, se impôs à Fiorentina, por 2-1.

O clube de Florença já pediu desculpas ao jogador senegalês pelos gritos racistas proferidos pelos seus adeptos e, sem mencionar o incidente, o nigeriano Victor Osimhen, companheiro de equipa de Koulibaly, publicou uma mensagem com a frase “não ao racismo”.

Na sua página na rede social Instagram, Koulibaly, que já foi alvo de vários episódios de racismo e xenofobia, disse que os adeptos lhe chamaram "macaco", defendendo que "essas pessoas não têm nada a ver com o futebol".

"Precisam de ser identificados e mantidos fora dos estádios: para sempre", escreveu o jogador nas redes sociais, em três idiomas: italiano, francês e inglês.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página