loading

LC: Xavi quer «desforra» com o Benfica e apuramento para os oitavos de final

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem merece vencer a Bola de Ouro?

O treinador do FC Barcelona, Xavi Hernández, disse hoje que a equipa tem diante do Benfica «uma oportunidade de ouro» para passar aos oitavos de final da Liga dos Campeões de futebol e que se trata de uma «desforra».

LC: Xavi quer «desforra» com o Benfica e apuramento para os oitavos de final

Vejo-o como uma oportunidade, não sinto pressão acrescida. É uma oportunidade de ouro para passar aos oitavos, uma desforra para nós, para dizermos que somos o ‘Barça’, que jogamos em casa e gosto deste desafio”, explicou hoje Xavi, na conferência de imprensa de antevisão do jogo de terça-feira em Nou Camp.

O antigo futebolista, formado no clube, assumiu a equipa nas últimas semanas, após o despedimento de Ronald Koeman, e depois de se estrear no sábado com uma vitória no dérbi com o Espanyol (1-0), tem, na terça-feira, jogo crucial com o Benfica.

O Barça não está num momento de encher o peito, mas de ser otimista e positivo. Temos de demonstrar em campo que somos melhores. Se ganharmos estamos nos oitavos. Temos de ser corajosos, sairmos para o ataque”, justificou o técnico, lembrando a derrota por 3-0 no Estádio do Luz.

Ao Benfica, o antigo jogador da ‘cantera’ do Barça e que tem a sua segunda experiência como treinador, depois de deixar o Al Sadd, teceu grandes elogios, elencando alguns dos seus jogadores e mesmo o treinador Jorge Jesus.

O Benfica é uma grande equipa, tenho muita admiração e respeito por Jorge Jesus, é um grande treinador que transmite muito caráter, é o que transmite ao grupo, uma equipa com alma”, começou por dizer Xavi.

Do plantel benfiquista, salientou a linha defensiva dos ‘encarnados’ e deixou elogios específicos ao muito talento do “pequeno” Rafa Silva, ou à dupla João Mário-Weigl, no meio-campo.

Com centrais de grande nível, Otamendi, Morato, Vertonghen. No meio, o João Mário e o Julian Weigl têm muita qualidade, o Grimaldo (…) À frente têm jogadores muito fortes, Yaremchuk, Seferovic, o pequeno Rafa Silva tem muito talento, mesmo o Darwin”, especificou.

Para o técnico dos catalães, mais importante ainda do que o sistema a adotar para o jogo com as ‘águias’, é a ideia de jogo, com a equipa catalã a precisar de ser fiel à sua filosofia, com posse de bola.

Vai ser difícil, mas vamos trabalhar para ganhar, para ter a nossa ideia, ter bola, pressionar alto, a ser protagonistas com bola, mas haverá momentos em que vamos sofrer, porque o Benfica também tem capacidade para sair da pressão”, acrescentou.

Para o jogo, Xavi não terá Ilias Akhomach ou Abde, que não estão inscritos, mas disse que ainda vai esperar pelo treino de hoje para ver como está Sergi Roberto ou Dembelé, confiando que mesmo sem extremos puros, a equipa procurará ser ofensiva.

Depois de Xavi, na conferência de imprensa também esteve o lateral Jordi Alba, que disse estar agradecido ao anterior técnico, o holandês Ronald Koeman, mas que Xavi “era o homem que tinha que vir” e que já se nota uma “mudança no chip” da equipa.

Em relação ao Benfica, o lateral considerou que a derrota no Estádio da Luz foi demasiado pesada e que agora há que pensar que o Barça apenas depende de si para estar nos oitavos de final da prova ‘milionária’.

Penso que tivemos oportunidades para ganhar lá. Tivemos muitíssimas ocasiões de golo, que não concretizámos (…). Não há que pensar como uma vingança, dependemos apenas de nós para nos apurarmos para os oitavos”, sublinhou o defesa.

O jogo entre FC Barcelona e Benfica, da quinta jornada do grupo E da Liga dos Campeões, está agendado para terça-feira às 20:00, com arbitragem do russo Sergei Karasaev.

O grupo é liderado pelos alemães do Bayern Munique, com 12 pontos e já apurados para os oitavos de final, seguidos do FC Barcelona, com seis, do Benfica, com quatro, e do Dínamo Kiev, com um.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Pode gostar de ler

Na Primeira Página