loading

Khedira acredita que Ronaldo pode voltar a vencer eleição de melhor futebolista

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem vence a Liga dos Campeões 2021-2022?

O antigo internacional alemão Sami Khedira acredita que Cristiano Ronaldo pode voltar a vencer a eleição para melhor futebolista do ano, apesar de salientar que é cada vez mais difícil com o surgimento de jovens jogadores de qualidade.

Khedira acredita que Ronaldo pode voltar a vencer eleição de melhor futebolista

“Sou um grande fã de Cristiano Ronaldo, ele até pode ficar zangado comigo, mas olhando para o último ano estes três merecem, apesar de Ronaldo poder sempre estar na lista”, disse Kedhira, que elogiou a escolha de Robert Lewandowski, Lionel Messi e Mohamed Salah para finalistas do prémio The Best.

O ex-jogador, que já se retirou e foi companheiro de equipa de Cristiano Ronaldo no Real Madrid e na Juventus, foi hoje o responsável por divulgar os finalistas do prémio The Best para melhor futebolista do ano, com Cristiano Ronaldo a falhar os três primeiros lugares pela primeira vez desde 2010.

“Ele tem 36 anos e muitos já se retiraram com essa idade. Ele ainda joga ao mais alto nível no Manchester United e por Portugal, mas existem muitos jovens bons jogadores e para ele será mais difícil. Mas se o conhecerem um pouco, sabem que ele não vai desistir e para mim não será surpresa se ele conseguir de novo ganhar”, referiu Khedira.

Cristiano Ronaldo, vencedor do prémio por cinco vezes, em 2008, 2013, 2014, 2016 e 2017, e que alinha no Manchester United depois de três temporadas na Juventus, ficou fora dos três finalistas pela primeira vez desde 2010, ano em que Messi venceu e Iniesta e Xavi ficaram nos lugares seguintes.

Desde 2007, ano em que venceu o brasileiro Kaka, o troféu da FIFA apenas não terminou nas mãos de Messi ou Ronaldo por duas vezes. Em 2018, com a vitória do croata Luka Modric, e em 2020, com Lewandowski a receber o galardão.

Khedira destacou Messi e Ronaldo como os dominadores do futebol nos últimos anos, lembrando que outros jogadores de muita qualidade, como Xavi ou Iniesta, nunca conseguiram vencer o troféu de melhor futebolista porque “os outros dois são bons demais”.

O antigo jogador abordou também o ‘play-off’ de qualificação para o Mundial2022, que se vai disputar no Qatar, referindo que fica triste por saber que entre Itália e Portugal, pelo menos um ficará fora da prova.

Portugal vai defrontar a Turquia e a Itália a Macedónia do Norte. Os vencedores destes dois jogos vão depois enfrentar-se na luta por um lugar no Campeonato do Mundo.

“Penso que Itália será a favorita, mas é preciso lidar com a pressão, porque não é fácil quando apenas um jogo pode decidir se vais ao não ao Mundial. O vencedor do Europeu tem de ir ao Mundial, espero que se qualifique, mas do outro lado estão nomes como Cristiano Ronaldo e Bruno Fernandes e também será uma pena Portugal não se qualificar”, referiu.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página