loading

Sporting visita Leça já com Amorim no banco e com intenção de melhorar

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem vence a Liga dos Campeões 2021-2022?

O Sporting visitará o Leça, nos ‘quartos’ da Taça de Portugal de futebol, já com o treinador Rúben Amorim no banco e a querer melhorar a intensidade e concentração, assumiu hoje o adjunto Carlos Fernandes.

Em conferência de imprensa de antevisão ao duelo com a equipa do Campeonato de Portugal, equivalente ao quarto escalão do futebol português, o técnico auxiliar dos campeões nacionais confirmou que Rúben Amorim já poderá juntar-se à comitiva na terça-feira, após cumprir isolamento devido a infeção pelo coronavírus SARS-CoV-2.

“A mensagem do Rúben foi a de que a exigência de jogar no Sporting é diária. A nossa equipa vive muito da intensidade e quando não a temos durante 90 minutos, as outras equipas aproveitam. A exigência continua cá. Não é por ganhar um jogo que está tudo bem, não é por perder um jogo que está tudo mal”, realçou, no Estádio José Alvalade.

Os ‘leões’ chegam ao embate da ‘prova-rainha’ vindos do primeiro desaire na atual edição da I Liga, na visita ao Santa Clara (3-2), mas o conjunto lisboeta, desta vez, tem todo o plantel à disposição, dada a recuperação total do defesa direito espanhol Pedro Porro, que esteve lesionado, e do central Gonçalo Inácio, também pelo coronavírus.

“Preparámos bem o Leça e tentámos alertar os jogadores para o facto de o adversário ter eliminado duas equipas da I Liga e ter jogadores que já estiveram em campeonatos profissionais. Quem olha para os jogos do Leça, percebe que são uma equipa que está sempre a atacar, com muito domínio e, na Taça, também demonstram capacidade de defender. Estamos preparados e queremos ganhar”, disse o jovem técnico, de 27 anos.

Sobre o facto de o encontro ser disputado no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, ao invés do recinto da formação leceira, Carlos Fernandes não considerou uma vantagem para a turma ‘verde e branca’, apesar de preferirem jogar nos recintos dos adversários.

“Não é algo que tenha sido tema entre nós. Gostávamos que as equipas jogassem na sua casa, mas não é uma vantagem para nós. Os adeptos do Leça vão apoiar a equipa tal e qual e o Leça não vai jogar de forma diferente por causa disso”, referiu o adjunto.

Em relação a Ricardo Esgaio, alvo de críticas face à exibição com o Santa Clara, Carlos Fernandes frisou: “É um jogador que todos os treinadores querem. Pode jogar a lateral ou a central, tem seis assistências. Aqui ou ali, foi um mau jogo em termos individuais, mas o que lhe pedimos, ele executou. Tentamos defendê-lo e ele defende-nos igual”.

O Sporting, segundo classificado da I Liga de futebol, defronta o Leça, líder da série C do Campeonato de Portugal, na terça-feira, às 20:45, no Estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira, com arbitragem de Manuel Mota, da associação de Braga.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página