loading

Crónica: Belenenses SAD 'empata' sequência positiva do Marítimo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem vence a Liga dos Campeões 2021-2022?

O Marítimo, que procurava a quarta vitória consecutiva, acabou por empatar hoje 1-1 em casa com o Belenenses SAD, numa partida da 19.ª jornada da I Liga de futebol em que os dois conjuntos terminaram com 10 elementos.

Crónica: Belenenses SAD 'empata' sequência positiva do Marítimo

Os dois golos alcançados no jogo disputado no Funchal ficaram reservados para a primeira parte do encontro, tendo o lanterna-vermelha do campeonato desbloqueado o ativo na sequência de uma grande penalidade convertida por Safira, insuficiente para retirar os ‘azuis’ da última posição, com 12 pontos.

O golo do empate foi alcançado pelo Marítimo, já o emblema madeirense estava reduzido a 10, com Matheus Costa a igualar as contas no último minuto de compensação antes das equipas recolherem ao balneário, permitindo que o Marítimo continue na nona posição, somando 24 pontos.

Para o primeiro jogo de 2022 em casa, Vasco Seabra apenas fez uma alteração no ‘onze’ utilizado em Braga que ditou a vitória do conjunto madeirense por 0-1, fazendo entrar Edgar Costa para o lugar de Alipour.

Por outro lado, a formação que cumpriu na Madeira o terceiro jogo sob as ordens do treinador Franclim Carvalho sofreu quatro alterações em comparação com a derrota diante do FC Porto (1-4).

Para além da entrada de Danny Henriques para o lugar Tomás Ribeiro, o Belenenses SAD apresentou mais três novidades devido a castigo, dois deles por expulsão frente aos ‘dragões’ - Lukovic e Safira renderam Sithole e Abel Camará.

Carraça, que não foi opção na última partida por estar cedido a título de empréstimo pelos ‘azuis e brancos’, regressou para o lugar do também castigado por acumulação de amarelos Diogo Calila.

Apesar de o Marítimo ter entrado melhor na partida, foi a equipa lisboeta a inaugurar o marcador, aos 13 minutos, na sequência de uma grande penalidade convertida por Safira, que surgiu após Diogo Mendes acertar no pé de apoio de Cafú Phete, levando o árbitro Vítor Ferreira a consultar as imagens para assinalar o castigo máximo à equipa da casa.

Em desvantagem no marcador, a turma liderada por Vasco Seabra seguiu ligada no jogo e ameaçou a igualdade aos 18, com Guitane a falhar o remate e Cláudio Winck o desvio por escassos centímetros, tendo ainda, aos 27, Joel falhado o cabeceamento ao atirar muito acima do pretendido.

Os ‘azuis’ foram obrigados a mexer cedo na equipa devido a problemas físicos de Nilton Varela, substituído na primeira meia hora do encontro por Jordan van der Gaag.

A primeira parte ficou marcada pela expulsão do ponta de lança Joel, que ao minuto 44 viu vermelho direto após derrubar Pedro Nuno, uma decisão muito protestada pela equipa maritimista e pelo público presente, mas que desta feita não mereceu a consulta de imagens da parte do árbitro da associação de Braga.

Os ‘leões do Almirante Reis’ responderam da melhor forma ao restabelecer o empate no último minuto complementar dos cinco concedidos por Vítor Ferreira. Servido por um cruzamento irrepreensível de Guitane, Matheus Costa colocou o esférico no fundo das redes de Luiz Felipe, fazendo estremecer o ‘caldeirão’ dos Barreiros.

Já na segunda parte do encontro, as contas equilibraram-se com o Belenenses SAD a ficar reduzido a 10 elementos, após Jordan van der Gaag ver o segundo amarelo, após uma entrada fora de tempo sobre Matheus Costa.

Os últimos minutos de um jogo com muitas paragens foram ligados à corrente, mas o resultado manteve-se inalterado.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página