loading

Mundial-2022: Portugal conhece adversários com o conforto dos cabeças de série

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

O Benfica precisa de fazer uma revolução no plantel para a próxima época?

A seleção portuguesa de futebol fica na sexta-feira a conhecer os adversários na fase de grupos do Mundial2022, com o conforto de evitar os adversários mais fortes no sorteio que se realiza no Qatar, organizador do torneio.

Mundial-2022: Portugal conhece adversários com o conforto dos cabeças de série

Apesar de ter conquistado a qualificação no ‘prolongamento’, tendo sido obrigado a disputar os ‘play-offs’ da zona europeia, Portugal integra o pote 1, destinado aos cabeças de série, no sorteio com início às 19:00 (17:00 em Lisboa), em Doha.

A equipa das ‘quinas’ evitará, além do país anfitrião do Campeonato do Mundo, as seis seleções mais bem classificadas no ranking da FIFA: Brasil (campeão em 1958, 1962, 1970, 1994 e 2002), Bélgica, França (1998 e 2018), Argentina (1978 e 1986) Inglaterra (1966) e Espanha (2010).

Portugal, Bélgica e Qatar (cuja presença no pote 1 advém unicamente do facto de organizar a prova) são as únicas seleções do pote 1 que nunca ergueram o troféu, mas a formação lusa poderá ter de enfrentar um dos países com mais títulos, a Alemanha, que integra o pote 2.

Além dos germânicos, campeões em 1954, 1974, 1990 e 2014, o grupo das segundas equipas mais fortes integra o Uruguai, vencedor em 1930 e 1950 e responsável pela eliminação de Portugal no Mundial2018 (2-1 nos oitavos de final), Croácia, vice-campeã em exercício, Países Baixos, vice-campeões em 1974, 1978 e 2010, Suíça, Dinamarca, Estados Unidos e México.

No pote 3, entre as menos ‘recomendáveis’ estão a Polónia, Sérvia, que em novembro de 2021 venceu por 2-1 na Luz e terminou na frente do grupo A europeu de qualificação, relegando Portugal para os ‘play-off’, e o Senegal, campeão africano em título.

Mais acessíveis parecem ser a Coreia do Sul, cujo selecionador é o treinador português Paulo Bento, Irão, Japão, Marrocos e Tunísia, enquanto o pote 4 está reservado às cinco seleções com pior classificação no ranking da FIFA e aos vencedores dos três ‘play-offs’ ainda por decidir.

Canadá, Camarões, Equador, Arábia Saudita e Gana já têm lugar reservado, recebendo a companhia do último vencedor dos ‘play-offs’ europeus (País de Gales, Escócia ou Ucrânia), do confronto entre Ásia (Austrália ou Emirados Árabes Unidos) e América do Sul (Peru) e entre Oceânia (Nova Zelândia) e América do Norte e Centro (Costa Rica).

O triunfo por 2-0 alcançado na terça-feira sobre a Macedónia do Norte, com dois golos do médio Bruno Fernandes, na final do caminho C dos ‘play-off’ europeus, valeu à equipa liderada pelo selecionador Fernando Santos um lugar entre as 29 seleções com lugar no sorteio, às quais se juntarão mais três.

As 32 seleções finalistas do Mundial2022 serão distribuídas por oito grupos de quatro equipas (designados pelas letras A a H), compostos por uma formação proveniente de cada pote constituído com base no ranking da FIFA de hoje, com a obrigatoriedade de o Qatar ficar incluído no Grupo A.

As restantes sete seleções do pote 1 serão sorteadas na primeira posição das restantes ‘poules’ e nenhum grupo poderá ter mais do que um representante de cada continente, à exceção da Europa, que apura 13 equipas e poderá ter, no máximo, duas formações no mesmo agrupamento.

Portugal vai participar pela oitava vez no Campeonato do Mundo (a sexta consecutiva, após as presenças em 1966, 1986, 2002, 2006, 2010, 2014 e 2018), cuja fase final da edição de 2022 se vai realizar no Qatar, entre 21 de novembro e 18 de dezembro.

Pote 1:
Qatar (país organizador)
Brasil
Bélgica
França
Argentina
Inglaterra
Espanha
Portugal

Pote 2:
Países Baixos
Dinamarca
Alemanha
México
Estados Unidos
Suíça
Croácia
Uruguai

Pote 3:
Senegal
Irão
Japão
Marrocos
Sérvia
Polónia
Coreia do Sul
Tunísia

Pote 4:
Canadá
Camarões
Equador
Arábia Saudita
Gana
País de Gales, Escócia ou Ucrânia
Austrália, Emirados Árabes Unidos ou Peru
Nova Zelândia ou Costa Rica

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página