loading

Taça de Portugal: FC Porto persegue ‘dobradinha’ frente ao estreante Tondela

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

O Benfica precisa de fazer uma revolução no plantel para a próxima época?

O FC Porto pode juntar a Taça de Portugal de futebol ao título de campeão, ao defrontar no domingo o Tondela, que se estreia na final da prova ‘rainha’ uma semana após ter sido despromovido à II Liga.

Taça de Portugal: FC Porto persegue ‘dobradinha’ frente ao estreante Tondela

A equipa portuense procura erguer pela 18.ª vez o troféu e conquistar a nona ‘dobradinha’, isolando-se como o segundo clube com mais triunfos na segunda competição nacional mais importante – tem os mesmos 17 do Sporting -, mas ainda a distância considerável do recordista Benfica (26).

Para o Tondela, que nunca tinha sequer chegado aos ‘quartos’, a época 2021/22 será sempre agridoce: vai disputar pela primeira vez o jogo decisivo na Taça de Portugal e até pode conquistar o título mais relevante em 89 anos de história, apenas oito dias depois de ter terminado a I Liga no 17.º e penúltimo lugar.

O Tondela acompanhou o Belenenses SAD na descida ao segundo escalão, após sete temporadas entre os ‘grandes’, mas até poderá disputar a próxima edição da Liga Europa, enquanto participa na II Liga, graças à vaga reservada ao vencedor da Taça – o Beira-Mar viveu essa situação em 1999/2000, na Taça UEFA.

Do lado ‘azul e branco’, também poderá ser feita história, por Sérgio Conceição, que se pode tornar o primeiro treinador do FC Porto a alcançar duas ‘dobradinhas’, depois de em 2019/20 ter cometido idêntica proeza, com o ‘bónus’ de ter batido o rival Benfica na final da Taça, por 2-1.

Se a classificação do campeonato tivesse algum reflexo no jogo de domingo, com início às 17:15, os ‘dragões’ já estariam a festejar antecipadamente, uma vez que a distância entre as duas equipas foi de 63 pontos, mas o Tondela quererá manter vivo o espírito de ‘tomba gigantes’ que caracteriza a competição.

O FC Porto teve um percurso 100% vitorioso - com o mérito adicional de ter eliminado Benfica e Sporting -, que foi iniciado com uma goleada por 5-0 ao Sintrense, do Campeonato de Portugal, a que se seguiu um robusto 5-1 ao Feirense, da II Liga.

O Benfica foi a ‘vítima’ nos oitavos de final, derrotado por 3-0 no Estádio do Dragão, com ‘bis’ do avançado brasileiro Evanilson, melhor marcador da prova, com sete golos, a par de João Rodrigues, do Caldas, o que precipitou a troca de Jorge Jesus por Nélson Veríssimo no comando técnico dos ‘encarnados’.

O primodivisionário Vizela não resistiu nos ‘quartos’, tendo sido derrotado em casa por 3-1, e o FC Porto ‘carimbou’ a final da forma mais saborosa, com um duplo triunfo sobre o Sporting nas ‘meias’, por 2-1 em Alvalade e 1-0 no Dragão.

Os tondelenses foram mais favorecidos nos sorteios, tendo defrontado apenas uma equipa do escalão principal, o Estoril Praia, nos oitavos de final, que venceram por 3-1, depois de já terem afastado o Camacha, do Campeonato de Portugal (2-1), e o Leixões, da II Liga (3-1).

O Tondela só conseguiu ultrapassar nos ‘quartos’ o Rio Ave, de regresso à I Liga, após prolongamento (1-0), antes de se impor ao Mafra, também da II Liga -, nas meias-finais, decididas em duas mãos: 3-0 em casa e 1-1 fora, neste último jogo já com Nuno Campos no lugar do espanhol Pako Ayestarán.

No Jamor, onde será encontrado o sucessor do Sporting de Braga, o clube portuense vai disputar pela 32.ª vez o troféu, com um saldo relativamente equilibrado de 17 conquistas e 14 desaires, enquanto o Tondela enfrenta a primeira final.

A final da 82.ª Taça de Portugal, entre FC Porto e Tondela, realiza-se no domingo, com início às 17:15, e será arbitrada por Rui Costa, da Associação de Futebol do Porto, que também fará a estreia no Jamor, aos 45 anos.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página