loading

Roger Schmidt: «Precisámos de ser pacientes para marcar o golo da vitória»

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem tem o melhor plantel para 'atacar' o título?

Declarações de Roger Schmidt, treinador do Benfica, após a vitória frente ao Casa Pia (1-0) em jogo da segunda jornada da I Liga portuguesa.

Roger Schmidt: «Precisámos de ser pacientes para marcar o golo da vitória»

“Estou muito feliz por termos ganhado. O adversário criou-nos muitas dificuldades, colocando muitos jogadores atrás da linha da bola, o que nos obrigou a procurar soluções e espaços. Na primeira parte, tivemos muitos momentos bons, mas não fomos capazes de levar as oportunidades até ao fim.

Na segunda parte, continuámos com muita posse de bola e conseguimos marcar. Jogámos de forma rápida e isso nunca é fácil para quem defende.

Precisámos de ser pacientes para marcar o golo da vitória. Estes são os jogos que temos de ganhar. No fim jogámos melhor e merecemos ganhar. Não foi um jogo de futebol ‘top’, mas é nestes jogos que temos de ter uma excelente mentalidade e acreditar em nós próprios, portanto estou muito feliz.

A entrada do Bah, na segunda parte, que teve bons momentos, trouxe-nos energia ao flanco direito.

Já estava decidido colocar o Gonçalo Ramos por trás de Yaremchuk, ideia que se manteve mesmo depois de marcarmos golo.

Na segunda parte usámos mais as laterais e o golo foi um bom exemplo. Julgo que aconteceu como queríamos. Tivemos um bom momento de ataque que decidiu o jogo.

Nos últimos jogos as substituições têm tido sempre influência nos jogos e estou satisfeito com isso.

Tal como todas as equipas na Europa e no mundo, toda a gente procura ajustar certos aspetos, tal como nós. Estivemos bem, mesmo tendo vários contra-ataques da equipa adversária e eles têm alguns jogadores rápidos.

[Saída de Grimaldo] Não foi uma lesão, foi por estar um pouco zonzo.”

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página