loading

Crónica: Desportivo de Chaves protagoniza reviravolta e vence Marítimo

Últimas Notícias

Notícias Mais vistas

Sondagem

Quem tem o melhor plantel para 'atacar' o título?

O Desportivo de Chaves venceu o Marítimo, por 2-1, após ter estado em desvantagem no marcador em partida da segunda jornada da I Liga, disputada no Funchal.

Crónica: Desportivo de Chaves protagoniza reviravolta e vence Marítimo

A formação de Chaves, recém-promovida à I Liga, somou os primeiros pontos no principal escalão, com golos apontados por João Teixeira, aos 70 minutos, e Batxi, aos 75, dando a volta ao tento maritimista, da autoria de Joel Tagueu, aos 39.

Para o jogo de estreia no ‘caldeirão’, o Marítimo apresentou apenas uma alteração em relação à derrota (5-1) ante o FC Porto na jornada inaugural, entrando Fábio China para o lugar de Leo Andrade, adaptado a lateral esquerdo na jornada transata.

Para o encontro na Madeira, Vítor Campelos manteve a mesma equipa que recebeu na primeira ronda o Vitória de Guimarães (derrota por 1-0).

O embate da segunda jornada teve um arranque 'frenético' com os dois conjuntos na procura dos primeiros pontos no campeonato, após entradas com o 'pé esquerdo' na edição 2022/23.

Os protagonistas da primeira parte do encontro disputado no Funchal têm entre os postes o seu centro de ação, tendo Miguel Silva e Paulo Victor ‘segurado as pontas’ até, ao minuto 39, Joel Tagueu inaugurar o marcador quando o adversário era quem mais dominava o jogo.

O guardião ‘verde rubro’ foi o que mais intervenções assinou, com destaque para a ‘mancha’, aos 16, que impediu Hector Hernández, que com grande destreza tirou os dois centrais do caminho, e dois minutos depois conteve o remate à 'queima-roupa' de João Mendes.

Já Paulo Vítor foi o único a conseguir segurar o médio criativo Beltrame, que aos 20 driblou quatro atletas flavienses, e a tirar, destemidamente, a bola dos pés do isolado André Vidigal, minutos depois.

Numa altura em que o Desportivo de Chaves encostava o Marítimo às ‘cordas’, os insulares saíram em contra-ataque com Cláudio Winck a encabeçar o lance que contou ainda com a antecipação de Steven Vitória a Vidigal, mas com o esférico a sobrar para Joel, que não desperdiçou.

O emblema de Trás-os-Montes poderia ter chegado ao empate em cima do intervalo, só que João Teixeira falhou uma grande penalidade, mantendo os 'verde-rubros' em vantagem. Contudo, os transmontanos entraram na etapa complementar determinados em alterar o rumo do jogo e, na primeira tentativa, Miguel Silva voltou a ‘agigantar-se’ desviando o potente remate de Batxi com recurso a uma palmada, nas alturas.

Em vantagem, Vasco Seabra, refrescou o setor ofensivo, lançando, inclusive, o extremo espanhol António Zarzana, oficializado pelo emblema insular há cinco dias, mas o desfecho do jogo acabou por favorecer a equipa que mais produziu.

Ao minuto 70, Jonny Arriba 'saltou' do banco para servir João Teixeira que, num remate de meia distância, redimiu-se do penálti falhado e assinou o primeiro golo da equipa de Chaves na I Liga, e, cinco minutos volvidos, Batxi consumou a reviravolta no marcador, num cabeceamento.

Perante o resultado favorável, Vítor Campelos lançou nos últimos minutos o reforço Habib Sylla, que se estreou na I Liga portuguesa de futebol, com uma vitória, na Madeira.

Siga-nos no Facebook, no Twitter, no Instagram e no Youtube.

Relacionadas

Na Primeira Página